• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Sepultando o passado e reconstruindo novos caminhos
Colunista

Sepultando o passado e reconstruindo novos caminhos

Fazer uma "limpeza" consciente de tudo que atrofia e atrasa o processo das conquistas e vitórias. Não é fácil como é evidente, mas manter no passado é um perigo. Um desastre pessoal com dimensões muitas vezes irreparáveis.

O passado não resolvido, é um presente comprometido. Quem não o sepulta, boicota o seu presente e anula o futuro. Quem decide ficar preso ao seu passado, jamais terá a chance de viver a plenitude de mudanças e novas conquistas. As novas conquistas acontecem mediante um rompimento com aquilo que nos esmaga e atrofia a nossa visão. Falando de visão, é o elemento chave que nos eleva para ângulos completamente inovadores e transformacionais. Contribui para obtenção de novos rumos e alcance de novos projetos. É impossível sermos bem-sucedidos, se a nossa mente estiver presa no drama e melancolia.

O maior atraso de um indivíduo que deseja vencer, é justamente o apego aos acontecimentos doloridos, que já deveriam ser superados com sucesso.

Os maiores problemas que enfrentamos no campo intrapessoal e interpessoal, estão relacionados com situações que nos marcaram, mas que continuam com seus vínculos em nossa memória. Destruindo todas as possibilidades inerentes. Fazer uma "limpeza" das memórias redutoras e que nos bloqueiam, é crucial para nos libertar da "prisão emocional" que nos atormenta diariamente. Esse é o caminho da superação e vitória. Fazer uma "limpeza" consciente de tudo que atrofia e atrasa o processo das conquistas e vitórias. Não é fácil como é evidente, mas manter no passado é um perigo. Um desastre pessoal com dimensões muitas vezes irreparáveis.

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Lino Magno

Teólogo, pastor, cronista e colunista de Santiago Magazine