• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
São Domingos. Deputado municipal detido por burla fica sob TIR
Sociedade

São Domingos. Deputado municipal detido por burla fica sob TIR

O deputado do PAICV na Assembleia Municipal de São Domingos, Seidy de Pina, foi detido este semana por burla. Apresentado hoje ao Tribunal daquele concelho, o jovem jurista ficou sob Termo de Identidade e Residência (TIR).

Santiago Magazine sabe que Seidy de Pina, ex-lider da JPAI em São Domingos, estava prestes a embarcar para Portugal, quando foi surpreendido pela Polícia ainda no Aeroporto Nelson Mandela, na Praia. Este deputado municipal do PAICV está acusado de vários crimes de burla em que as vítimas eram os estudantes ou os pais destes.

É que, Seidy de Pina, licenciado em Direito, aparecia junto aos familiares dos estudantes pré-universitários das zonas mais distantes do concelho oferecendo vagas e garantia de matrícula numa institutição de ensino superior em portugal, de que seria o representante. Por conta disso, cobrava 120 euros a cada estudante, referente às despesas de matrícula e vistos. Ao todo, terá arrecadado mais de 3500 euros de famialiares inocentes que pretendiam ver os seus filhos matriculados na universidade.

Tudo estava aparentemente bem encaminhado, até que a embaixada de Portugal rejeitou o pedido dos vistos, uma vez que os justificativos de matrícula exigidos tinham o nome de uma instituição de ensino superior em Portugal que alegadamente não existe, ou, segundo uma suposta versão da missão lusa na Praia, "não é reconhecida". Ou seja, Seidy de Pina terá inventado essa escola para supostamente extorquir dinheiro aos pais dos estudantes. Accionada as autoridades, o alegado burlão foi detido pela Polícia de Fronteira no aeroporto internacional da Praia.

Depois de apresentado ao Tribunal, o deputado do PAICV em São Domingos, frequentemente nas páginas dos jornais com vários artigos de opinião, Seidy de Pina ficou sob Termo de Identidade e Residência. Além disso, foi-lhe interditada a saída sair do país e de contactar com as vítimas.

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!