• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Manuel António Torres responde artigo da médica do Hospital Agostinho Neto

Relativamente às suspeitas de má conduta, eu até teria o prazer de fazer por vias normais, mas não há orientações em como um utente pode fazer uma reclamação ou sugestão. Aliás, no artigo anterior, ficou patente a minha preocupação. Ver o 9º parágrafo do artigo anterior (O pior é que nem tinha como reclamar, porque o funcionário não estava identificado, o livro de reclamações deixou de existir. Esse é um mal que já infestou toda a Administração Pública).

Evacuações médicas aumentaram mais de 7% em 2019

As evacuações médicas suportadas pela segurança social cabo-verdiana aumentaram 7,1% em 2019, para 3.891 doentes, sobretudo entre as ilhas do arquipélago e com menos quase cem pacientes deslocados para tratamento em Portugal.

Legislativas. Minutos finais e a debandada ventoinha

Com serenidade e paciência iremos assistir a passagem dos minutos finais do mais efêmero Governo da nossa história, mas felizmente que estamos em democracia! As vagas não chegam para tantos pretendentes, sobretudo agora que a possibilidade da derrota é cada vez mais nítida. A composição vai sendo remendada ao ritmo das ameaças e chantagens, bem à moda desse grupo que se intitula “pai da democracia” cabo-verdiana.

Desabafo de um utente sobre atendimento no Hospital Agostinho Neto

Nos termos de Constituição da República  todos têm direito à saúde e o dever de a defender e promover, independentemente da sua condição económica, sendo o Serviço Nacional de Saúde definido como sendo um conjunto integrado de todos os recursos humanos, financeiros e materiais de propriedade pública, privada ou mista que a administração central, as autarquias locais e outras entidades reúnem para assegurar o direito à saúde da população, e, em particular, a prestação de cuidados de saúde adequados às suas necessidades. Mas as coisas não estão a correr assim como a...

EUA deportaram 15 cabo-verdianos em 2020, 70% menos que em 2019

As autoridades norte-americanas deportaram 67 cidadãos de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) em 2020, uma quebra de 34% face a 2019, influenciada pela diminuição de casos entre cabo-verdianos, segundo dados oficiais.

Análise sobre a problemática da pandemia (Covid-19) em Cabo Verde

A Covid-19 não é circunscrita a uma crise sanitária, pelo que se requer e se exige, neste caso, em concreto, uma responsabilidade conjunta da sociedade cabo-verdiana, por meio de uma abordagem participativa.

Parlamento. PAICV diz parecer que nos últimos tempos se tentou mudar os contornos dos pilares essenciais da política externa

O líder da bancada parlamentar do PAICV, Rui Semedo, disse hoje estar a parecer que nos últimos tempos se tentou mudar os contornos dos pilares essenciais da política externa cabo-verdiana e sem acautelar os ganhos já conseguidos.