Novo ano lectivo arranca com cerca de 130 mil alunos e 6.500 professores – ministro
Sociedade

Novo ano lectivo arranca com cerca de 130 mil alunos e 6.500 professores – ministro

O novo ano lectivo arranca segunda-feira, 18, sob o lema “Resiliência e confiança para uma educação de qualidade” com cerca de 130 mil alunos nos diferentes níveis de ensino e 6.500 professores, anunciou hoje o ministro da Educação.

Em conferência de imprensa, Amadeu Cruz assegurou que “todas as condições estão criadas” para que o novo ano lectivo se inicie num ambiente de “estabilidade, diálogo institucional e caracterizado pela mobilização geral” da sociedade.

Explicou que o novo ano letivo vai arrancar com cerca de 130.000 igual ao número dos inscritos no ano transacto e serão orientados por 6.500 professores do ensino básico e secundário.

Avançou que no ensino pré-escolar estão inscritos 16.500 alunos, no ensino básico obrigatório 83.500 e no ensino secundário, aproximadamente 30.000 alunos.

“Foram transferidos 219 professores de um total de cerca de 670 docentes, principalmente das ilhas do Sal, Boa Vista, Fogo e Brava, e essencialmente para os concelhos da Praia, São Vicente, Santiago Norte e Santo Antão, e 207 professores foram colocados em regime de nomeação, com base nas vagas abertas devido a aposentações, aumento de turmas e novas disciplinas na matriz curricular do ensino secundário”, apontou.

Segundo o governante, está em processamento a contratação de professores em regime de substituição para colmatar as saídas temporárias, nomeadamente devido a baixas médicas e licenças sem vencimento de curta duração, e a contratação de 368 funcionários operacionais para as cozinhas, limpezas e segurança de escolas.

Outra novidade para o novo ano lectivo, segundo a mesma fonte, é a implementação em fase experimental dos novos programas do 11º ano de escolaridade, “nos termos da lei”, sendo que já estão elaboradas e serão objecto de “socialização, consolidação e validação”, estando assim os professores e outros agentes educativos convidados a emitir as suas observações, sugestões e comentários ao longo de todo o ano letivo 2023/2024.

Relativamente aos materiais, avançou que os manuais do 1º e 8º anos já estão disponíveis na rede de distribuição em todos os concelhos do país e que os manuais do 9º ano deverão estar disponíveis nas plataformas digitais do ministério e disponíveis para venda até final do mês de Setembro ou início de Outubro.

Por outro lado, está em execução o plano de formação, no quadro de preparação metodológica, visando o aprimoramento das competências pedagógicas dos novos professores e partilhas de novas práticas educativas pedagógicas e metodológicas.

Na mesma linha, afirmou que o Governo investiu mais de 120 mil contos em obras de reabilitação e manutenção, beneficiando cerca de 50 escolas de todo o país.

Entretanto, Amadeu Cruz assegurou que o novo Liceu da Várzea deverá ser entregue ao Ministério da Educação em finais de 2023 e que “todas as condições estão criadas” para que os alunos deste estabelecimento escolar possam frequentar as aulas num bloco autonomizado de salas de aulas na Escola Técnica da Praia, em Achada Santo António.

A nível de acção social, segundo o ministro, estão reunidas as condições para o funcionamento das cantinas escolares “logo no primeiro dia de aulas” e o funcionamento dos transportes escolares.

A semana cívica irá acontecer de 18 a 22 deste mês e será dedicada à acção climática, em sintonia com o Ministério do Ambiente.

Adiantou que para sábado, 16, está prevista ainda uma campanha de limpeza, denominada jornada nacional da limpeza das escolas, iniciativa essa que visa melhorar ainda mais o ambiente dos espaços educativos e propiciar confraternização entre professores, pais e outros agentes educativos.

Amadeu Cruz disse ainda que neste momento estão em fase de afinação dos registos de alunos, turmas e horários no Sistema Integrado de Gestão Escolar (SIGE) e pediu a todos os pais e encarregados de educação que ainda não matricularam os seus filhos para que o façam com a “máxima urgência”.

A cerimónia de abertura oficial do ano lectivo 2023/24  terá lugar no concelho da Ribeira Grande, na ilha de Santo Antão.

Partilhe esta notícia