• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
O MpD tem medo da JHA*
Ponto de Vista

O MpD tem medo da JHA*

Tenho por mim que a capacidade, desenvoltura e a natural simplicidade do verbo com que Janira Hopffer Almada, Presidente do PAICV e líder da Oposição, tem vindo, em todas as circunstâncias, a apresentar-se frente ao MpD, poderá ser umas das razões que levaram Ulisses Correia e Silva, Presidente do MpD, a exclamar, desesperado, durante um dos debates parlamentares com a Oposição, de que não sabe mais o que fazer com a Líder tambarina! Pudera! A resposta é clara: UCS nada pode fazer por insuficiência de arcaboiço político.

Está sendo mais que óbvio que para colmatar a fraqueza política demonstrada vezes sem conta por UCS, em particular, nos confrontos políticos a dois com JHA, passou a reverificar-se, claramente (no sentido de poupar o seu líder de constrangimentos) – é necessário dizer isto sem rebuços –, tiradas ridículas e vergonhosas com lançamento de farpas de cariz puramente intriguista, da parte do líder da bancada ventoinha e dos seus adjuvantes, ou seja, dos Deputados ventoinhas que já adquiriram, por mérito próprio, o estatuto de parlamentares controversos, em relação à Presidente do PAICV, cuja intenção é imiscuir-se na vida interna do PAICV e provocar algum desgaste, que os apoiantes da Líder em causa consideram pura perda de tempo.

E, note-se, que nem é necessário ser adivinho ou perito para se chegar à conclusão que a sanha desses Deputados em relação à Janira Hopffer Almada que, ao que parece, é previamente orquestrada, tem por finalidade desmoralizá-la, quando deviam estar “carecas” (passa o brasileirismo) de saber que isso é o mesmo que transportar água em balaio furado, como mais uma vez está a ficar patente na Sessão da rentrée Parlamentar que está a decorrer.

Passados que são dois terços da Legislatura, é notório e indesmentível que os discursos bem estruturados, concisos, sintéticos e excelentes, ditos com serenidade e o à-vontade de quem sabe o que diz e porque o diz, como, por exemplo, aquele com que a Líder do Oposição JHA brindou os cabo-verdianos na sessão Legislativa em curso, isto é, a 09/out/19, sem quaisquer laivos de espalhafatos e atitudes prenhes de stress, explicando tudo de forma clara, nada têm a ver com os discursos atabalhoados que o líder ventoinha e seu Task Force já nos habituaram.

Por outro lado, os sprays desgastantes que a BP do MpD tem vindo a lançar em direção à Janira Hoppfer Almada, de mistura com insinuações divisionistas para dentro do PAICV (Rui Figueiredo pretende fazer escola ao dizer que é normal um Partido imiscuir-se na vida interna de outro Partido adversário!!), é vista como um claro sinal do “medo que se pela” que nutrem por essa jovem Líder, que procurem pôr em causa de “todos os modos e feitios”. Tal modo de atuação nem as intrigas acontecem por acaso ou de geração espontânea. Ulisses Correia e Silva e o Mpd sabem, e bem, que enquanto JHA se mantiver na liderança do seu Partido, os ventoinhas não tem saída possível para continuarem a usar, a fazer e desfazer desta Terra e deste Povo, como se de uma herança dos seus antepassados se tratassem.

Penso que é bom que os ventoinhas se compenetrem de que, infelizmente, não há nada que possam fazer para impedir que a maioria esmagadora dos militantes do PAICV renove, com muito orgulho, a Liderança de Janira Hopffer Almada a frente dos destinos do Partido de Cabral. E estamos certos que quando chegar a altura do voto nacional (já faltou muito mais!), o eleitorado cabo-verdiano irá também corrigir a mão, elegendo PAICV para a governação do País, com uma jovem e competente mulher como Primeira-ministra de Cabo Verde.

*Título da responsabilidade da redação

Artigo publicado pelo autor no facebook

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!