Pub

Assalto Cidadela

Quatro militares foram detidos pela Polícia Nacional, em flagrante delito, na noite desta terça-feira, enquanto assaltavam uma residência no bairro de Cidadela, cidade da Praia, informou hoje fonte policial.

Informações fornecidas por fontes policiais dão conta que há suspeitas de que o assalto tenha sido orquestrado por uma mulher que estava a substituir a empregada doméstica da residência assaltada e o namorado desta, um dos militares.

Os assaltantes, que se vestiram de preto para efectuar o assalto, são, segundo as mesmas fontes, moradores dos bairros de Casa Lata, Tira Chapéu e Várzea.

“Três dos detidos foram executar o assalto, enquanto o quarto, o namorado da mulher suspeita, ficou na rectaguarda a controlar a missão”, contou um policial envolvido na operação.

A quadrilha, armada e encapuzada, amarrou os moradores da casa, tendo chegado a subtrair 6.300 euros e cerca de 1.200 contos, além de outros pertences, nomeadamente ouro.

Mas a “missão” falhou, uma vez que os vizinhos do prédio deram conta do que se passava e accionaram a Polícia Nacional que agiu de imediato, apanhando os indivíduos em flagrante.

Os mesmo deverão ser presentes ainda esta quarta-feira ao juiz.

Com Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

+2 # A. Fortes 14-08-2019 17:03
Aonde é que vamos parar!? Cabo Verde está a ficar pequeno para tanta emoção! Ainda bem que não fizeram reféns e nem pediram helicópteros... Cabo Verde Seguro! Escola gratuita e obrigatória para bandidos, estes ali aprendem a usar armas e estratégias de luta: Militares!
Responder
+2 # Abraão Levy 14-08-2019 16:53
Isto está-se tornando o pão nosso de cada dia e cada vez mais feio...
Responder