Descendente cabo-verdiana concorre a deputada estadual nos EUA
Elas

Descendente cabo-verdiana concorre a deputada estadual nos EUA

Elizabeth Moreira nasceu nos Estados Unidos, filha de pais do município de Santa Catarina, e hoje com 34 anos de idade resolveu candidatar-se a deputada estadual no RI House District 58 em Pawtucket para retribuir e representar a comunidade.

Em entrevista à Inforpress, esta candidata defendeu que “os residentes do Distrito 58 precisam de um defensor que forneça ampla representação nas questões importantes para Fairlawn e Woodlawn, e que priorize as suas preocupações todos os dias”.

Neste distrito, fez saber que cerca de 40 por cento (%) dos moradores se identificam como cabo-verdianos, mas que a sua intenção não é trabalhar somente para a comunidade cabo-verdiana, mas sim para todos, como já fez em outras ocasiões, embora em situações diferentes.

Conforme contou Elizabeth Moreira, desde a sua infância esteve na linha da frente nesta comunidade, seja na Igreja Católica, ou nas pequenas actividades diárias que fazia no mercado de carne junto do tio, mas que a sua motivação para se candidatar teve um maior destaque com os convites que tem recebido, resultado das suas intervenções na área da saúde e a nível social.

Relembrou que durante a pandemia da covid-19, foi a primeira directora de saúde pública e equidade da cidade e que actualmente ela é oficial assistente de programas de equidade em saúde na Local Initiative Support Corporation Rhode Island, sendo ainda uma das caras do projecto Health CV que tem trazido vários apoios em equipamentos e médicos a diversas ilhas do país.

Através do seu trabalho como directora de saúde pública e equidade para a cidade, dos seus esforços voluntários para coordenar os cuidados de saúde para os mais necessitados e agora da prestação de assistência técnica às partes interessadas e agências de serviço público, ela disse que demonstrou capacidade de liderança e capacidade de servir.

Como directrizes da sua campanha, Elizabeth Moreira elegeu a questão da residência, habitação, educação, procura de mais economia e trabalhar numa comunidade mais inclusiva, como de melhores oportunidades, como sendo os pontos focais.

Esta candidatura vem sendo pensada há mais de dois anos, quando a candidata diz ter entendido que o Distrito 58 precisava de uma melhor liderança, acreditando que assim como deu o seu contributo e liderou nas épocas de pandemia e crise, é possível trabalhar junto da população para ter um Distrito cada vez melhor.

“Acredito que é possível, vou fazer uma campanha à altura daquilo que vai ser o trabalho a se desenvolver e toda esta força advém dos meus apoiantes que não são somente cabo-verdianos, mas de toda a parte e que residem aqui”, disse Elizabeth Moreira convicta de que no dia 12 de Setembro os resultados serão satisfatórios.

Entretanto, relembrou à comunidade de que além do apoio, primeiramente é necessário se recensear, explicando que o processo vai até o próximo dia 10 de Agosto, e que “a primeira missão importante do cidadão é o voto, que mostra o seu engajamento para com a comunidade, lhe permite eleger o seu representante para ter voz a nível do município e do Estado”.

Esta candidata foi nomeada Personalidade do Ano pelo Pawtucket Hall of Fame em 2022 e pela Pawtucket Foundation em 2023.

Elizabeth Moreira reside na Lorraine Street, em Pawtucket, contando que a sua família estabeleceu residência em Pawtucket desde 1980, quando a sua avó emigrou de Cabo Verde com os seus 12 filhos, acreditando que a liderança lhe vem no sangue no seu DNA.

A americana de primeira geração obteve o mestrado pela Faculdade de Farmácia e Serviços de Saúde de Massachusetts e fez bacharel na Universidade de Rhode Island.

Partilhe esta notícia

Comentar

Inicie sessão ou registe-se para comentar.

Comentários

  • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!