Pub

jovem de santa cruz1

A Polícia Judiciária acaba de anunciar, em comunicado, que já localizou a jovem Patrícia Varela Lopes, de Santa Cruz, que estava desaparecida desde a noite de ontem. Mas as investigações vão continuar e a PJ garante fornecer mais informações oportunamente.

Segundo a polícia científica, neste momento decorrem diligências subsequentes para apurar o que aconteceu de facto com a jovem de Santa Cruz. Até agora são estas as informações disponibilizadas pela PJ, que não diz onde, quando e com quem encontrou Patrícia Varela Lopes. Entretanto, promete divulgar mais informações sobre este caso oportunamente.

Note-se que esta manhã, a PJ avançóu no seu site que a jovem de 24 anos estava desaparecida desde ontem. Conforme o comunicado de manhã, Patrícia Varela Lopes teria telefonado ao namorado por volta das 19:20 de terça-feira, comunicando que iria apanhar um ‘hiace’ em Santa Cruz para ter com ele na Praia.

Cerca de uma hora depois, disse a PJ, Patrícia voltaria a ligar ao namorado informando que se encontrava "sequestrada por um grupo de indivíduos do sexo masculino, sem precisar o local onde teria sido sequestrada".

O namorado, deslocou-se, ainda na noite de ontem, à PJ para comunicar a ocorrência, sem, no entanto, informar se a jovem teria, efectivamente, chegado a entrar num ‘hiace’ com destino à Praia ou se o alegado sequestro teria acontecido ainda em Santa Cruz, antes que a mesma entrasse na viatura".

Entretanto a mesma já foi localizada na tarde desta quarta-feira,m em circunstâncias ainda por esclarecer, segundo a Judiciária.

 



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar