Pub

esmael teixeira

O acto está previsto para 16 de Julho e conta-se eleger os delegados para as assembleias concelhias em todos os concelhos do país.

A ideia mestra é “ter mandatos e estruturas renovadas e com força para poder estar em condições de dar respostas à sociedade, pois, é mais uma voz ativa dos jovens nos seus concelhos, como sujeito importantíssimo, capaz de transformar a realidade e com isso participar efetivamente na construção democrática”, regista um comunicado oficial da JpD chegada à redacção deste diário digital.

Embora seja uma organização próxima do partido no poder- MpD - esta associação juvenil afirma-se, todavia, atenta “para exigir os compromissos assumidos pelo Governo para com a sociedade, principalmente no que toca ao emprego e ao empreendedorismo.

Isto porque, a JpD “acredita que é fundamental continuar a defender que haja uma juventude cada vez mais instruída no domínio académico e alicerçada na cultura e valores éticos e que participe ativa e efetivamente na vida política, condição sine qua non para o contínuo desenvolvimento do nosso País”, lê-se na nota assinada pelo secretário-geral, Esmael Teixeira (foto).

Recorde-se que a JpD acabou de eleger no passado 3 de Junho, os novos órgãos dirigentes, com Euclides Moreno a assumir a presidência da agremiação, sob o lema “Realizar a Juventude Cabo-verdiana. Silva foi eleito com cerca d 95% de votos, substituindo assim Herménio Fernandes, actual presidente de Câmara Municipal de São Miguel.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar