Pub

boas novas

Volte para o seu Deus, e pratique a lealdade e a justiça; confie sempre no seu Deus (Oséias 12:6)

“A vida é uma caixinha de surpresas”, diz o provérbio popular. Volta e meia somos surpreendidos por acontecimentos, alegrias, tristezas. Depois seguimos em frente, a não ser que a morte interrompa esta caminhada. Mesmo assim, uns vão antes e outros depôs: ninguém fica para semente!

O certo é que, em meio à nossa rotina, acabamos várias vezes nos perguntando: “O que eu faço?”

O texto de hoje cita a história de um importante personagem bíblico: Jacó (ancestral de Efraim, nome usado para se referir ao povo de Israel). Ele teve uma vida cheia de surpresas também, mas o que importa é que ele encontrou Deus (v. 4). Em meio a idas e vindas, quando perguntou o que deveria fazer, Jacó procurou o favor de Deus. Era o que os seus descendentes, contemporâneos de Oséias, também deveriam fazer (veja o versículo em destaque).

Uma forma bem prática de tomar uma decisão que me fará bem é escolher fazer o que agrada a Deus e afastar tudo o que é errado e vai contra ele. Por meio da Bíblia, a mensagem divina escrita, e de conselhos cristãos verdadeiros podemos ter respostas sobre o que fazer. Por exemplo, como devemos proceder no ambiente de trabalho (seguindo a ética cristã) ou nos relacionamentos (amar e perdoar em vez de buscar vingança contra uma pessoa que nos fez mal).

Se não ouvimos o que Deus diz em sua Palavra e agirmos contra os seus princípios, sofreremos as consequências: não encontraremos a Deus, nem paz, alegria ou esperança.

Decisões e surpresas inesperadas sempre acontecerão. É na Bíblia e na igreja que encontramos a ajuda que precisamos por meio de Jesus Cristo, e faça o que lhe agrada, colocando nele a sua esperança. Ela tem a melhor solução para qualquer decisão.

Em Deus, encontramos respostas e um caminho a seguir.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar