• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Estádio Nacional. Que nome dar?
Colunista

Estádio Nacional. Que nome dar?

...o estadio nacional, merece um nome, sim, um nome que abraça e se faz um, com suas paredes e cada pilar que sustenta suas vigas. Este nome é nosso, é glorioso, é histórico e contemporâneo, canta nossos poetas, dança ao sabor de nossas ondas e acena nossa bandeira. O nosso estadio nacional de futebol, chama-se:TUBAROES AZUIS.

Agora que o país e a sua diáspora e a propria FIFA, se pronunciaram amplamente sobre esta matéria, mais uma opinião ponderada, pode cair que nem "chuteira" de Pelé sobre a discussão que pelo menos serviu para que o Rei do futbol mundial, fosse tão falado entre nós. Não fosse esta boa intenção de SE o Sr Primeiro Ministro, o passamento do maior futebolista de todos os tempos, seria menos falado na pátria dos Tubarões Azuis.

Toda honra - uma profunda e respeitosa vénia- á memória de Pelé e que a alma de Edson Arantes do Nascimento encontre paz entre os resplendores da luz eterna.

Tenho que reconhecer que pertenço a um povo com uma grande timidez em dar o primeiro passo, entretanto, muito hábil em sensurar os mais ousados. Aqui tiro o chapéu ao Sr Primeiro Ministro de Cabo Verde por ter a luz e a coragem de lançar ao seu país o repto de atribuir ao nosso estadio nacional o nome desta figura impar do futebol mundial. Para Cabo Verde é prestigiante esta proposta, como foi a do nosso aeroporto que recebeu o nome de um lider africano com reconhecimento internacional, entre outras figuras não Caboverdianas que por reconhecimento, nossas autoridades, desde o tempo colonial e passando pelos diferentes governos republicanos, decidiram atribuir seus nomes a espaços públicos e partes do nosso território.

A proposta já está feita, popular e publicamente debatida e só graças a este acontecimento, o país se despertou para o facto de que o estadio nacional caboverdiano, a casa da Seleção Nacional de Futebol de Cabo Verde, com uma capacidade para acolher 15.000 pessoas e inaugurada desde 2014, diziamos, ainda, está sem nome.

Senhor Primeiro Ministro, caros Compatriotas, o nome "Pelé" é uma "chave" que nos ajudaria a abrir muitas ou quase todas as portas no mundo futebolistico, além de guardar a memória do Rei para as gerações, com Cabo verde a ganhar muito mais com este "emprestimo" do que o Brasil ou o próprio dono do nome -Pelé-. Pelo prestigio que traria ao Estádio, a Cabo Verde e ao nosso desporto, não só o futebol, mas, toda a diversidade desportiva do ramo do atletismo que o estádio permite práticar, enquanto infraestrutura polivalente. Basta ver o que disse a direção da FIFA a este respeito.

Entretanto, é de lembrar que Cabo Verde viveu na sua história do futebol, dois monentos particulares de glória , (1) nossa experiência e victórias subregionais na taça Amilcar Cabral nos anos 80 e (2) a alegria que o país viveu com os TUBARÕES AZUIS na fase final do CAN - 2013- e também, sobre a liderança do grande Lúcio Antunes, conduzir Cabo Verde para a fase de play-off de acesso ao Mundial.

Momento aqui para abrir um parenteses e saudar os governos e dirigentes que souberam, edificar os primeiros estadios de Cabo Verde. Destaque para o da Varzea e o Aderito Sena.

Entretanto esta geração tem o privilegio de continuar a receber do Estado infraestruturas desportivas municipais e nacionais - neste caso concreto o estadio de Monte vaca, projectado á medida da dimensão e o processo de internacionalizacao digna de nosso futebol e desportos de pista, contando para tal com a amistosa e histórica relação entre os povos de Cabo Verde e da China

Esta reflexão, serve-nos de base para moderarmos o debate, viajarmos no nosso percurso, reconhecer nossas conquistas, elevarmos nossa auto estima e reconhecermos que o estadio nacional é a casa dos nossos Tubarões Azuis, a sala de visita dos momentos mais gloriosos do nosso futebol e o palco dos espectáculos que mais Cabo Verde se orgulhou, com seus valentes jovens vestindo nossas cores e carregando nossos simbolos a encherem nossos olhos de brilho, unindo as ilhas e aproximando a diáspora num so grito - Cabo verde-.

Por isso, o estadio nacional, merece um nome, sim, um nome que abraça e se faz um, com suas paredes e cada pilar que sustenta suas vigas. Este nome é nosso, é glorioso, é histórico e contemporâneo, canta nossos poetas, dança ao sabor de nossas ondas e acena nossa bandeira. O nosso estadio nacional de futebol, chama-se:TUBAROES AZUIS.

Partilhe esta notícia

Comentar

Inicie sessão ou registe-se para comentar.

Comentários

  • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!