• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Maio: Concurso de empreitada para a requalificação do porto do Maio vai ser lançado brevemente
Economia

Maio: Concurso de empreitada para a requalificação do porto do Maio vai ser lançado brevemente

Dois meses após o anúncio de que já há financiamento do BAD para a requalificação do porto do Maio, o primeiro-ministro reconfirma a verba e garante que o processo de lançamento do concurso de empreitada vai ser lançado “brevemente”.

No final de três dias de visita à ilha, Ulisses Correia e Silva confirmou o financiamento do Banco Africano para Desenvolvimento (BAD) para o porto do Maio, que o vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, anunciara nas vésperas da manifestação programada pela sociedade civil maiense, em Junho passado. Dois meses depois, o chefe do Governo reforça a existência do financiamento (35 milhões de euros mais 1,5 milhões para as vias de acesso) e garante que “brevemente” vai ser lançado o processo de concurso de empreitada para o início das obras.

“Serão 18 meses de execução, pelo que pensamos que no inicio do próximo ano todo o processo esteja pronto para o inicio das obras. Haverá um processo de concurso que poderá ser de três meses até se apresentarem as propostas de abertura e haverá todo um procedimento a ser seguido e estamos em crer que no inicio do ano de 2019, as obras vão arrancar seguramente”, afiançou.

O chefe do executivo disse ainda que existe uma “boa parceria” entre o governo e a edilidade maiense, ambiente que tem permitido a Câmara Municipal realizar obras de requalificação urbana em diversas localidades da ilha.

O primeiro-ministro adiantou que ” o programa de mitigação da seca e do mau ano agrícola tem tido um impacto muito positivo no emprego para compensar o efeito da seca”.

Ulisses Correia e Silva sublinhou ainda que praticamente em todas as localidades visitadas constatou que as pessoas estão “animadas” e estão “confiantes” e à espera da chuva para contornar a situação em que se vive neste momento.

Por seu lado, o edil maiense, Miguel Rosa, avançou que a visita do primeiro-ministro demonstra não somente a atenção que governo está dispensar à ilha mas também uma forma de cooperação mais próxima, no sentido de se trabalhar de uma forma mais articulada para que se atinja o objectivo da ilha conseguir atingir o seu desenvolvimento em todos os sectores.

Miguel Rosa garantiu ainda que a conclusão do estádio municipal foi uma das prioridades do sua governação, pelo que a autarquia está contar com o apoio do Governo para sua efectivação, garantindo que até o final deste ano vão conseguir atingir este objectivo.

“Estamos satisfeito com os trabalhos da requalificação urbana que temos vindo a realizar nos diversos povoados, bem como dos 60 postos de trabalho que foram criados na zona norte. Se não fosse o mau ano agrícola, hoje estaríamos numa fase muito mais interessante do desenvolvimento da ilha”, conclui.

Com Inforpress

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!