Pub
Por: Redação

PAICV1 

Duas alterações, consideradas de peso por alguns militantes contactados por Santiago Magazine, estarão sobre a mesa do congresso, a saber: os simpatizantes passarão a gozar do direito de voto na eleição do líder do partido; os candidatos às eleições nas listas do partido passarão a assinar um compromisso de honra e disciplina aos princípios e orientações do PAICV.

O congresso do PAICV vai acontecer este final de semana (31 de janeiro e 1 e2 de fevereiro). Tudo está programado para o conclave que contará com cerca de 400 congressistas.

A grande novidade será a alteração dos estatutos do partido, sobretudo no capítulo do comprometimento político dos eleitos nas listas do partido - concretamente no quadro do respeito e cumprimento dos princípios e orientações do partido - e o direito de voto dos simpatizantes nas eleições do presidente.

A partilha do programa de governação do país por parte da líder Janira Hopffer Almada também passará para o crivo dos congressistas, que neste momento têm uma visão muito crítica da governação do MpD, porém é quase certo que a mudança dos estatutos do partido irá ser um dos pontos mais altos do congresso.  

Com efeito, como todas as propostas de mudança, esta também parece não ser consensual no seio dos tambarinas. Entretanto, é voz corrente no seio do PAICV, que o partido precisa abrir-se à sociedade civil, sendo esta uma porta para agregar valor e ampliar o âmbito de participação dos amigos e simpatizantes do maior partido da oposição em Cabo Verde.

Para o efeito, um alto responsável do PAICV, confidenciou ao Santiago Magazine, que já se está a preparar a logística para a cadastração dos simpatizantes, na perspetiva da materialização, o quanto antes, do novo estatuto que poderá sair do congresso deste final de semana.

A alteração do artigo 109 do estatuto, no sentido de conferir maior compromisso e respeito dos candidatos às eleições nas listas do PAICV, no que se refere ao cumprimento dos princípios e orientações partidárias, é outra alteração que pode gerar alguma discussão entre os congressistas.

Pretende-se, segundo as nossas fontes, introduzir mais rigor e disciplina no voto dos eleitos nas listas do partido. “Um partido é uma organização com princípios e regras que devem ser respeitados e cumpridos”, acrescentam.

Recorde-se que no passado 23 de dezembro, o PAICV realizou eleições diretas para a liderança do partido, tendo a atual líder, Janira Hopffer Almada, concorrido sozinha. Deputado pelo círculo eleitoral de Santiago Norte, José Sanches, desistiu no último do dia, alegando falta de condições internas e vícios na organização do processo, com acusações diretas ao secretário geral do partido Julião Varela.

Realizadas que foram as eleições, cerca de 85% dos militantes que aderiram às urnas votaram sim à continuação de Janira Hopffer Almada na liderança do partido de estrela negra.

Resta agora, o congresso eleger os novos órgãos dirigentes, que irão trabalhar o partido para as eleições que se avizinham – autárquicas em 2020 e legislativas e presidenciais em 2021.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

+3 # Gonçalo Amarante 28-01-2020 18:02
Esticar as rédeas da "indisciplina partidária" invertendo-as para melhor no sentido de travar certos comportamentos que não se coadunam com os sagrados princípios de
um Partido, que se quer, e se deseja alternativa ao poder, para banir determinados pressupostos, que têm estado a minar o bom nome de Cabo Verde no Mundo,
Responder