• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

QUANDO A PERSEGUIÇÃO LEVA O GOVERNO A NÃO ACREDITAR NA JUSTIÇA E A VIOLAR A SEPARAÇÃO DE PODERES – PILAR DA DEMOCRACIA E DO ESTADO DE DIREITO

Há uma linha que se vislumbra: a Inspeção Geral das Finanças escreve uma carta (sim, uma carta, não um relatório); a mesma Inspeção Geral das Finanças abre um inquérito para investigar sobre a carta que - ela mesma - escreveu; e ainda a mesma Inspeção Geral das Finanças faz a condenação com base na carta que escreveu e investigou! "Quero, posso e mando"! É o Governo a não acreditar na justiça, é o fim da separação de poderes, logo é o fim do pilar maior da democracia e do Estado de Direto Democrático; Por tudo isto, a minha pergunta é: o que virá a seguir?!

Falsificação de vistos. A máfia marroquina e Cabo Verde

O jornal Al-Youm Al-Sabea, de Marrocos, por meio da vigilância e rastreamento do crime de tráfico humano e fraude contra os aspirantes à migração, revela uma vítima desta rede, com a presença de selos marroquinos de entradas e saídas nos aeroportos em todo o país e até mesmo selos em aeroportos e capitais europeias.

Proteção Civil ao abandono

A elaboração e a actualização das cartas de risco, de planos de emergência não são um luxo, mas instrumentos indispensáveis. Não há prevenção sem sensibilização das populações. Seria interessante a introdução destas matérias nos currículos escolares, bem como potenciar as novas plataformas de informação e a comunicação social numa estratégia de sensibilização e formação dos cidadãos. É necessário criar condições, meios e recursos humanos. É necessário também um adequado financiamento do sistema de Proteção Civil e das Associações de Bombeiros,...

Cabo Verde tornou-se novo destino da máfia marroquina

Podemos alertar sobre um tema sensível relacionado a um novo fenômeno ligado ao tráfico de pessoas e exploração de jovens em alguns países africanos, especificamente após a detecção de casos de tráfico humano por gangues marroquinas especializadas em migração ilegal para a Itália, através da falsificação de vistos de viagem a partir de Cabo Verde.

"Um município com orçamento de 60 mil contos anuais não consegue promover ou criar cidades saudáveis" - Isaías Varela

O presidente da Associação dos Autarcas do PAICV considerou hoje que um município com orçamento de 60 mil contos anuais não consegue, nem em 100 anos, promover ou criar cidades saudáveis.

Ilha do Sal: PR destaca criação de "impulso global" para a promoção da literacia oceânica como maior ambição da conferência

O Presidente da República sublinhou hoje que a criação de um impulso global para a promoção da literacia oceânica é a maior ambição da conferência sobre os oceanos que decorre no Sal até ao dia 8 de Junho.

Autarcas do PAICV promovem conferência sobre transição urbana para a promoção de cidades justas em Cabo Verde

A Associação dos Autarcas do PAICV promove na sexta-feira, 07, na Assembleia Nacional, uma conferência sobre transição urbana para a promoção de cidades justas em Cabo Verde.