Pub

embaloDSP

Os candidatos presdenciais Umaro Sissoco Embaló, apoiado pelo MADEM-G15, e Domingos Simões Pereira, do PAIGC, apontam para uma segunda volta da eleição presidencial na Guiné-Bissau, a acontecer a 29 de Dezembro.

O Gabinete de Coordenação Política e Planificação Estratégica da Directoria Nacional de campanha eleitoral de Umaro Sissoco Embaló indicou num comunicado, citado pelo jornal O Democrata na segunda-feira, 25, que nenhum candidato conseguiu os 50 por cento dos votos mais um na votação de domingo.

Desta forma, a candidatura de Sissoco Embaló assume a realização da segunda volta, mas não indicou a proposta por ele feita durante a campanha eleitoral para um pacto entre candidatos na votação de 29 de Dezembro de forma a derrotar, como defendeu, Domingos Simões Pereira.

Por seu turno, o PAIGC, que suporta a candidatura de Simões Pereira, deu um passo na mesma posição ao enviar uma carta à direcção da APU-PDGB, partido liderado por Nuno Gomes Nabian, também candidato, em que diz que “o PAIGC e o seu candidato gostariam de contar com o apoio da vossa formação política durante a campanha eleitoral”.

Não houve até agora qualquer reacção de Gomes Nabiam nem dos demais candidatos.

A Comissão Nacional de Eleições, através da sua porta-voz, Felisberta Vaz Moura, prometeu apresentar os resultados provisórios na quarta-feira ou quinta-feira.

Com Voz da América



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

+1 # Chiku 26-11-2019 17:14
Guiné Bissau não merece um presidente violento!
Responder