Pub
Por: José Veiga

 jose veiga

MATURIDADE POLÍTICA

O PAICV é um grande partido. Todos os militantes e Dirigentes precisam compreender e assumir por inteiro a sua dimensão e o seu legado histórico.

O nosso partido esteve na génese da gesta libertária; Na edificação do Estado; na abertura política e promoção do multipartidarismo; na construção e consolidação do regime democrático.

O Legado do nosso partido enche de orgulho a maioria dos cabo-verdianos e nestes 44 anos de democracia, contribuímos para a transformação de Cabo Vede num país viável, estável, em franco desenvolvimento e com grandes perspectivas de futuro.

O PAICV é um partido Maduro. Todos os militantes e dirigentes precisam aprender permanentemente com a nossa história e amadurecer permanentemente com o nosso Partido.

DEMOCRACIA INTERNA

Nos idos ano 2000, em pleno CAOS da governação do MPD, com o PAICV na Oposição, 6 meses depois do PAICV perder as eleições autárquicas para o MPD e a cerca de 6 meses das eleições legislativas, houve a maior confrontação política interna no PAICV, que marcou os rumos do partido e do País até os dia de hoje.

Foi a confrontação política na disputa à liderança e entre o Camarada José Maria Neves e o Camarada Felisberto Vieira.

Lembro-me dos relatos das caravanas dos Camaradas José Maria Neves e Felisberto Vieira a partirem juntos para os encontros com os militantes, em vários municípios, a fazerem JUNTOS as apresentações dos seus projectos políticos, na mesma sala, com sorteios sobre quem seria o primeiro a apresentar e quem seria o segundo, promovendo ampla discussão das propostas num debate maduro e elevado.

Funcionou a MATURIDADE POLÍTICA para DEBATE DE IDEIAS, a assunção plena da DEMOCRACIA INTERNA, a TOLERÂNCIA pela opinião contrária, o DIÁLOGO FRATERNO, mas, sobretudo, o RESPEITO pelos ESTATUTOS DO PARTIDO, a maior baliza para qualquer disputa interna, o RESPEITO entre os adversários, entre os camaradas e a livre escolha dos militantes.

O Camarada JOSÉ MARIA NEVES ganhou o Congresso, o Camarada FELISBERTO VIEIRA mobilizou-se em torno do projeto do partido, o PAICV ganhou 3 eleições legislativas consecutivas e duas eleições presidências, e Cabo Verde experimentou a sua maior transformação de sempre.

Tudo começou, a cerca de 6 meses das eleições legislativas, com o PAICV na oposição e depois de perder as autárquicas para o MPD que estava na sua segunda maioria qualificada nas legislativas.

Conhecer a história ajuda-nos a compreender o presente e a projectar o futuro.

Um abraço Militante 

Artigo publicado pelo autor no facebook



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Puxim 08-09-2019 22:25
Camarada Veiga não entendi. Queres propor que alguém que nunca participou no trabalho do partido deve ser convidada a participar no jantar? Não acha simpatia a mais? Assim é o mesmo que legitimar a ociosidade. Aliás seria vergonhoso que quem não trabalhe usufrua do mesmo direito com os outros.
Responder
0 # emelena alfama 08-09-2019 17:09
Imagina do ano 2000 para o 2019
19 anos depois tempos novos contexto completamente diferente ,com de[censurado]dos que querem perpetuar a todo o custo no parlamento nào tĕm logica nenhum esta comparaçăo
Responder
0 # Alex Silveira 05-09-2019 22:39
Mas porque é o Ze Sanche a dar a cara ???
Responder
+1 # Aguinaldo Barbosa 05-09-2019 11:15
Estamos de acordo camarada Veiga. Só que a situaçao é bem diferente. Na altura com situaçao que o Governo de MPD criou no pais, entao todo o mundo (Militantes e nao militantes de paicv) estava interessado em resgatar o pais. Neste momento a situaçao é bem diferente todo o mundo esquece dos principios de partido. So um exemplo, veja o que se passa no parlamento em que alguns de[censurado]dos juntam-se ao MPD e o governo para destruir a lider do nosso partido. Agora esse GR esta todo mansinho na busca de votos para depois continuar a luta. Os militantes estao cientes do que passaram no parlamento todo esse tempo.
Responder