Pub
Por: Redacção

Abraão Vicente Morna
Dezanove personalidades que prepararam o dossier de candidatura da Morna a Património Histórico Cultural Imaterial da Humanidade, na Unesco, vão ser condecoradas com medalhas de Mérito Cultural. O Governo acaba de publicar a lista dos galardoados no Boletim Oficial.

O Governo decidiu atribuir Medalhas de Mérito Cultural à equipa multidisciplinar que trabalhou todo o processo que levou à classificação da morna como Património Cultural Imaterial da Humanidade, no passado dia 11 de Dezembro, durante o Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, da UNESCO, que decorreu em Bogotá, Colômbia.
Depois da festa generalizada por todo o país e diáspora, o executivo vem agora homenagear os eleçentos que integraram a equipa de trabalho que preparou o dossier. Segundo despacho nº 34/2019 de 17 de Dezembro e publicada no Boletim Oficial II Série, desta quarta-feira, 18, são 19 as personalidades que irão ser homenageadas.

Na nota justificativa, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, escreve que "ao alcançar este desiderato (Património Mundial), o Governo e os cabo-verdianos reconhecem o inestimável contributo das individualidades que preparam esta sementeira para uma nova colheita no tributo consagrado à morna pela sua projecção internacional dos seus valores culturais, numa perspectiva aberta e universalista, e igualmente na mobilização de novos compositores e poetas, encorajamento e acarinhamento de novos intépretes, valorizando os instrumentistas e conquistando novos públicos".

Assim sendo, o Governo decidiu atribuir a Medalha de Mérito Cultural do Primeiro Grau a Jair Fernandes (presidente do IPC), Ana Samira Carvalho Silva, Ana Maria Soares de Carvalho Furtado, Adelaide Tavares Monteiro, Carlos Alberto Barbosa, Sandra Helena Martins, Edson Correia de Brito, Fátima Barbosa, Martinho de Brito, Larissa Rodrigues, Humberto Lima, Ilídio Cabral Baleno, Zelinda Cohen, Vasco Monteiro, Victor Semedo e Paulo Alexandre Lima.

Também serão condecorados, mas com o Segundo Grau de Mérito Cultural, Luis Carlos Silva Ferreira, Mário Benvindo Cabral e Augiusto Flaviano Brázio.

Comentar