Qualificação Mundial’2026: Cabo Verde vence Líbia com golo solitário do defesa-central Diney Borges
Desporto

Qualificação Mundial’2026: Cabo Verde vence Líbia com golo solitário do defesa-central Diney Borges

A selecção de nacional de futebol venceu hoje a congénere da Líbia por 1-0, em jogo a contar para a quarta jornada do grupo D, de qualificação para o Mundial’2026.

Numa tarde de algum vento e com o Estádio Nacional com meia casa, Bubista procedeu a duas alterações no onze, com as entradas de Diney Borges e Patrick Andrade, para os lugares de Pico Lopes e Deroy Duarte.

E foi precisamente Diney Borges, após pontapé de canto de Kevin Pina, que inaugurou o marcador para a explosão de alegria dos adeptos cabo-verdianos, que já começavam a encher a bancada coberta do Estádio Nacional. 

Mesmo a jogar com o vento de frente, Cabo Verde comandava o jogo e com a formação magrebina a tentar surpreender a defensiva cabo-verdiana, com jogo directo.

Em 20 minutos, a selecção nacional dispunha de seis pontapés de cantos, o que demonstrava o domínio de Cabo Verde, que somente no minuto 24, viu a Líbia a chegar com algum perigo, após uma fífia do defesa lateral-esquerdo João Paulo.

Até o final da primeira parte, nota para uma investida pelo lado esquerdo de Jovane Cabral , que só não deu em golo porque Jamiro Monteiro chegou tarde para dar seguimento ao cruzamento do colega do tridente ofensivo cabo-verdiano.

Na etapa complementar, o primeiro lance de perigo foi para os líbios e Cabo Verde respondeu logo de seguida com um remate perigoso de Bebé, a passar rente ao poste do guara-redes Al Wuheeshi.

A partir do 55 minutos, os líbios começaram a tomar conta do jogo e chegavam cada vez mais com mais perigo à baliza de Vozinha, que na primeira parte foi quase um mero espectador.

Para mudar o rumo dos acontecimentos, o seleccionador nacional Bubista trocou Bebé por Helio Varela e foi o extremo do Portimonense a espevitar a partida e com Cabo Verde a perder duas oportunidades soberanas para dilatar o marcador. 

Para refrescar mais ainda a equipa, fez entrar Daylon Livramento para os lugares de Jamiro Monteiro e Jovane Cabral, mantendo Patrick Andrade e Kevin Pina na dupla do meio campo.

Num dos momentos mais aplaudidos do jogo, aos 82 minutos, Fabrício Andrade substituiu o capitão Ryan Mendes, fazendo assim, aos 23 anos, a sua estreia absoluta na selecção de Cabo Verde.

Até o apito final do árbitro marfinense Kalilou Traoré, os irrequietos Fabrício Garcia e Hélio Semedo fizeram alguns rasgos individuais, mas o dia era de  Diney Borges, que decidira o jogo logo aos 10 minutos.

No outro jogo grupo, as Ilhas Maurícias venceram o Etswatini por 2-1 e a Angola defronta os Camarões, a partir das 18:00, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, capital angolana.

Está vitória deixa Cabo Verde com os mesmos sete pontos que a Libia e os Camarões (menos um jogo) e mais dois que a Angola, tem com menos um jogo que as ilhas Maurícias, que venceram hoje a Etswatini (zero ponto) por 2-1 e passam a contar com quatro pontos.

Os 54 países africanos, conforme o novo regulamento, foram divididos em nove grupos de seis selecções (Grupo A a I) e os vencedores de cada grupo classificam-se automaticamente para o Mundial’2026.

Os quatro melhores segundos vão disputar uma final-four onde vai ficar decidida a equipa que vai representar África numa repescagem intercontinental, que poderá aumentar para 10 o número de países africanos na prova a realizar-se no Canadá, Estados Unidos da América e México.

Ficha técnica

Equipa de arbitragem ( Costa do Marfim): Kalilou Traoré ( Árbitro Principal), N'Goh Abdou ( primeiro assistente) e Quatarra Nouho (segundo assistente)

Cabo Verde: Vozinha (guarda-redes): Steven Moreira, Logan Costa, Diney Borges, Kevin Pina, João Paulo, Jamiro Monteiro, Patrick Andrede, Ryan Mendes, Bebé, Jovane Cabral

Suplentes: Tiago Gomes e Bruno Varela (guarda-redes), Deroy Duarte, Leroy Duarte, Fabrício Andrade, Jojo, Duo Mendes, Wagner Pina, Dailon Livramento, Garry Rodrigues e Hélio Varela

Treinador: Bubista

Líbia: Al Wuheeshi (guarda-redes): Bin Ali, Saleh, Mustafa, Saheud, Saleh, Elsharimi, Aleiyan, Tubal, Mansoir e Ekrawa.

Suplentes: Almiqasbi, Darei (guarda-redes), Bin Ali, Awadh, Elkout, Elgelaib,Alsureet, Alkhoja, Aljaddawi, Bisharah, Taqtaq e Boushobah

Treinador: Milutin Sredojevic

Partilhe esta notícia

Comentar

Inicie sessão ou registe-se para comentar.

Comentários

  • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!