• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Mãe desiste de queixa em que ex-marido é acusado de violar filha menor na ilha do Sal
Sociedade

Mãe desiste de queixa em que ex-marido é acusado de violar filha menor na ilha do Sal

A mãe de uma adolescente de 16 anos desistiu de dar continuidade ao processo em que a menor é vítima de crimes sexuais, supostamente praticados pelo próprio pai. Este caso aconteceu na ilha do Sal, entretanto o arguido vai ainda prestar contas à justiça pela prática de mesmos crimes contra outra filha também menor de idade.

Segundo informações fornecidas ao Santiago Magazine por fontes polícias, a progenitora terá desistido da queixa que apresentou por ter estado a “sofrer pressões” neste sentido.

Esta desistência, explicou uma fonte judicial, pode ser explicada com o facto de crimes de abuso sexual contra pessoas entre os 14 e 18 anos terem natureza semipública, na medida em que o procedimento criminal depende da queixa do ofendido, pelo que este poderá desistir dele.

E neste caso, quando notificados, nem a mãe e nem a menor manifestaram intenção em dar continuidade ao processo.

Mas, o acusado, um taxista, vai ainda prestar contas à justiça por alegados crimes sexuais contra outra filha menor, hoje com 13 anos de idade.

O sujeito, pelas informações fornecidas ao Santiago Magazine, ter-se-á aproveitado do facto das menores, que moram com a mãe, de quem é divorciado, passarem fins-de-semana com ele nas suas residências, antes Bairro Novo e depois em Hortelã de Baixo, na cidade dos Espargos.

O caso despoletou depois de uma das filhas, ao ser aconselhada pelo namorado, ter denunciado a situação às autoridades.

Partilhe esta notícia