Pub
Por: Redacção

claudino1

O professor Claudino Borges Pereira está disponível para encabeçar a lista do PAICV à Câmara Municipal da Calheta de São Miguel nas eleições autárquicas deste ano. E não põe de lado uma eventual candidatura independente se até lá não conseguir o apoio partidário.

Claudino Borges Pereira quer juntar o seu nome ao de outros potenciais candidatos do PAICV à CM de São Miguel e inclusive já está no terreno a encetar contactos com os militantes e simpatizantes do partido tambarina para suportar o seu projecto eleitoral.

Em conversa com Santiago Magazine, este professor do Ensino Básico, licenciado em História e mestre em Gestão e valorização do Património Cultural, confirmou essa pretensão de concorrer àquela autarquia do interior de Santiago, mas sublinha que, neste momento, só conta com uma candidatura no quadro do partido.
"Neste momento estou em contactos com os militantes e simpatizantes do PAICV nas diversas localidades do concelho e só mais tarde tenciono formalizar junto do partido essa minha disponibilidade. Antes, preciso estabelecer os contactos necessários no terreno a fim de obter uma base de apoio que consiga suportar o meu projecto eleitoral", esclarece Pereira, que diz estar a preparar "uma candidatura jovem", sustentada no lema "Uma nova visão para São Miguel".

"Penso ser essencial incluir os jovens no processo de desenvolvimento de São Miguel. Será esse, aliás, o meu trunfo para sair vencedor, pois terei uma candidatura focada na juventude e na família, portanto, bem diferente da visão da actual equipa camarária", acredita.

E para "destronar Herménio Fernandes", edil eleito com a maior margem de votos no país (70%, em 2016), Claudino Borges Pereira espera ter o apoio efectivo do PAICV, de que é militante. "Já falei com o secretário de sector do partido e lhe dei conhecimento desta minha disponibilidade em avançar como cabeça de lista do PAICV para a CM. e no próximo dia 13 de Janeiro vou-me reunir com a socióloga Carla Carvalho, anterior candidata, com o ex-secretário do sector e com o presidente da JPAI local, para pedir o seu apoio e criarmos uma base forte para suportar a nossa candidatura. E no dia 20 de Janeiro vamos ter uma reunião alargada com todos os militantes e apoiantes do partido onde irei lançar a minha candidatura. Só depois desse dia apresentar-me-ei formalmente junto do partido".

Pereira admite, no entanto, a possibilidade de haver outros pretendentes na esfera do PAICV em São Miguel, mas diz não temer uma eventual rejeição por parte do partido tambarina. "Se aparecer ou existir outros potenciais candidatos vamos solicitar eleições primárias para a escolha do cabeça de lista com melhores chances para vencer", afirma Claudino Borges Pereira, que, de tão confiante, até admite - mesmo sendo uma hipótese mais remota - uma candidatura independente se o PAICV recusar a sua proposta. "Tenho equipa montada para levar adiante este projecto eleitoral", remata.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Claudino 11-01-2020 10:42
Este é o caminho
Responder