Pub

Jorge Santos Ata

O presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, disse que se abstém de emitir uma opinião sobre a alegada campanha de propaganda política do Governo, uma vez que existe uma entidade reguladora para isso.

“Abstenho de emitir uma opinião como presidente da Assembleia Nacional, atendendo que existe uma instituição reguladora e superior que vai emitir esta mesma comunicação”, disse, ao ser instado pelos jornalistas a comentar os spots publicitários que o executivo de Ulisses Correia e Silva tem passando nos órgãos de comunicação social do Estado, para assinalar os três anos de governação da IX Legislatura.

Jorge Santos lembrou que esta campanha já foi objecto de uma queixa na Autoridade Reguladora da Comunicação Social (ARC), por isso neste momento “é preciso aguardar a decisão” desta entidade.

Recentemente, em declarações à Rádio de Cabo Verde, o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, considerou esses spots “desnecessários, inadequados e desproporcionais” em relação àquilo que é “legítimo” em matéria de direito de comunicação.

“Do ponto de vista daquilo que é um direito legítimo de comunicação de um Governo em democracia, creio que aquilo que tem sido matéria de polémica, para mim, representa algo que é desnecessário, inadequado e desproporcional”, disse em declarações à RCV.

Com Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Migueis 15-06-2019 10:17
Jorge Santos.
Minha gente eu nao tenho opinião, visto que poderei saltar no momento seguinte.
Responder