Pub

Adoremos a Deus de modo aceitável, com reverência e temor (Hebreus 12: 28b)

Se você for cristão, desejará levar uma vida que agrade a Deus. Esse modo de vida também é chamado de adoração. É reconhecer que Deus é o Senhor da vida e agir de acordo.

Como podemos fazer isso? Aqui seguem algumas propostas práticas. Elas não são uma receita completa para agradar a Deus, mas fazem parte importante dela. Se moldarmos nossa vida de acordo com elas, já estaremos bem encaminhados. Ao mesmo tempo isso nos ajudará a perceber o que ainda falta. Quero citar aqui a obediência, a humildade e os atos de justiça. Quanto a obediência, Deus é muito claro em suas palavras ditas a Moisés, que a registou em Deuteronómio 28_1 “Se vocês obedecerem fielmente ao Senhor, o seu Deus, e seguirem cuidadosamente todos os seus mandamentos que hoje lhes dou, o Senhor, o seu Deus, os colocará muito acima de todas as nações da terra”. Vale a pena ler também a continuação do texto bíblico.

As próximas atitudes encontram-se em Miqueias 6:8: praticar a justiça, amar a fidelidade e andar em humildade. Em Ezequiel 18:7-9 lemos o que significa praticar a justiça: entre outras coisas, não oprimindo ninguém, devolvendo ao devedor a coisa penhorada, não roubando, dando a sua comida ao faminto e fornecendo roupas aos despidos.

Outro ponto importante para Deus aceitar a nossa adoração é servi-lo com amor e dedicação, conforme 1º Coríntios 13:1 e seguintes, e não tentando cumprir regras. Ainda outras orientações estão em Romanos 12:6-8: encorajar com dedicação, contribuir com liberalidade, liderar com zelo, exercer misericórdia com alegria. Todo esse nosso serviço deve ser exclusivamente para o louvor de Deus. Quando? Salmos 34:1 diz: “Bendirei o Senhor o tempo todo!” Tito 2:7-8 oferece mais indicações: tornando-nos padrão de boas obras e mostrando integridade e linguagem sadia e irrepreensível. Com estas atitudes certamente seremos abençoados.

Sirvamos ao Senhor de modo agradável, vivendo de acordo com tudo isso.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar