Pub

semeador boas novas

Sei em quem tenho crido e estou bem certo de que ele é poderoso para lhe guardar o que lhe confiei até aquele dia (2º Timóteo 1:12)

No dia 21 de Abril comemora-se o feriado de Tiradentes, em memória de Joaquim José da Silva Xavier, mártir da Inconfidência Mineira, um movimento da época do Brasil colonial que buscava libertar o Brasil do domínio de Portugal. O autor de um livro antigo sobre História do Brasil relata que, antes da execução, perguntou-se a Tiradentes se ele queria renunciar a seus ideais políticos e salvar sua vida. A isso, ele teria respondido: “Se mil vidas eu tivesse, mil vidas eu daria por meu País – apressai-me à forca!”. Que convicção!

Numa igreja no interior de Pernambuco estão sepultados os restos mortais de Né Vilela, presbítero que, num culto público, viu um homem preparando-se para matar o pregador, um velho médico chamada Dr. George Butler. Para proteger o pastor, Né jogou-se na frente dele e acabou morrendo no lugar deste. Que convicção!

Estêvão tornou-se o primeiro mártir da jovem igreja cristã ao ser apedrejado e morto por pregar o evangelho de Jesus. Todavia, tal era sua certeza a respeito da vida eterna com Deus que morreu em paz, pedindo perdão para seus assassinos. Que convicção! Tiradentes morreu por seus ideais políticos. Né Vilela, para proteger a vida de seu amigo. Estêvão morreu por sua fé, convicto que iria passar a eternidade com seu Salvador, Jesus. Muitas pessoas pensam que não dá para ter certeza do perdão de Deus e da vida eterna com ele no céu. No entanto, a Bíblia, a palavra de Deus, é muito clara: “Quem crê no Filho tem a vida eterna” (João 3:36a). O versículo em destaque expressa a mesma convicção: “Tenho a certeza absoluta de que Deus, em quem eu creio, é poderoso e vai cuidar do que lhe entreguei (minha vida) até aquele dia (quando eu estiver diante dele, depois da minha morte)”. Viver aqui e agora com essa convicção é possível e torna a nossa vida realmente segura. Você crê?

Minhas convicções se refletem nas minhas ações – principalmente em relação a Deus!



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar