• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Ulisses Correia e Silva. "O maior tributo a prestar a Cabral é não partidarizar a sua figura e o seu legado"

O Colóquio Amílcar Cabral que decorria desde o passado dia 10 em Santa Maria, em homenagem ao centenário de Amílcar Cabral, chegou ao fim na noite desta quarta-feira, para dar lugar à sexta edição do Festival de Literatura Mundo.

“O Galo cantou na Baía” de Manuel Lopes apresentado este sábado na Feira do Livro de Lisboa

A obra “O Galo cantou na Baía”, de Manuel Lopes, vai ser apresentado este sábado, 15, na Feira do Livro de Lisboa (FLL), evento que decorre na capital portuguesa de 29 de Maio a 16 de Junho.

Sal acolhe de 10 a 16 de Junho colóquio Centenário de Amílcar Cabral e Festival de Literatura-Mundo

A ilha do Sal acolhe, de 10 a 12 de Junho, o Colóquio Centenário de Amílcar Cabral e, de 13 a 16, a sexta edição do Festival de Literatura-Mundo (FLMSal), “eventos sequenciais e complementares”, em homenagem a Amílcar Cabral.

Ribeira Grande: Alunos da Escola Secundária Suzete Delgado manifestam-se “contra o sistema de ensino”

Mais de duas centenas de alunos da Escola Secundária Suzete Delgado, Ribeira Grande, Santo Antão, manifestaram-se hoje pelas principais artérias da cidade “contra o sistema de ensino”.

PR condecora Vieira Lopes com Ordem Amilcar Cabral

A Presidência da República acaba de atribuir a Felisberto Vieira Lopes, a título póstumo, a Ordem Amilcar Cabral, a maior distinção do país, em reconhecimento pelo percurso do antigo advogado na sua luta pela liberdade e dignidade da Nação.

O meu irmão Frederico Hopffer Almada/Nhonhô Hopffer (II parte)

*Nota do autor: o presente texto foi escrito a pedido do primo Doutor Mário Lima, também um Furtado, e serviu de base para a elaboração de um belo e muito pertinente Resumo Executivo pelo neto da tia Candinha (de seu nome próprio Paula Tavares Furtado), nosso primo e muito amigo do nosso saudoso irmão Nhonhô, o Doutor Engenheiro Inácio Pereira, que o leu como conferência de evocação e de exaltação biográficas de Frederico Hopffer Cordeiro Almada/Nhonhô Hopffer por ocasião da homenagem que lhe foi prestada no Encontro da Família Furtado, realizado no passado dia 6 de Abril na...

O discurso do Diretor Nacional da Educação é pura demagogia!

De cada vez que vêm à comunicação social acusar-nos de falta de responsabilidade ou de direitos dos alunos, estão a desrespeitar-nos! E não vale a pena tentar mencionar um ou outro sindicato, como se fosse um grupo restrito de professores afetos a um sindicato apenas que está a manifestar-se. É preciso que todos nós estejamos cientes: a grande maioria dos professores nem sequer está filiada num sindicato. Quem está a manifestar-se e a dizer BASTA! são os PROFESSORES de Cabo Verde. Não há sindicato, não há cor, não há raça, não há religião. HÁ PROFESSOR DE CABO VERDE!!!!