Pub
Por: Cláudio Ramos

 Claúdio11

Tenpu!

Bu bai i bu rabida

I bu tarse kontradison

Rodidjadu na demagojia

 

Ma N kre pa bu da-m un kusinha

Di bu tenpu

I si bu da-m

N ta rukuti-bu el

I N ta da nhas mosinhu

Un bokadu di kontra-tenpu

 

Nhas mosinhu,

N ka sabe si dja nhos matuta

Ma na tenpu di kodji votu

Bu ta atxa kes demagogu

Baxu di sol raganhadu

ku kalsa ramangadu

Kamisa sen boton

Kabesa bafadu ku txapeu txapa-txapa

Ta sube ladera i ta dixi kobon

Pamodi leison dja konku porta

 

Dispos di leison,

Skritoriu e na pregu di sidadi

Baxu d’ar kondisionadu

I odensia e ku obidensia

 

Mosinhus,

Nes pingu di tera

Tenpu dja rabida pa diparbesa

Skerda dja bira ndreta

Ndreta dja kira skerda

Senbleia e di povu

Ma sen vos di povu

 

Parlamentu?!

Ah, parlamentu!

Bo e pa lamenta ku paxenxa

Na ponta´l bexu…

 

La,

Brasu sakedu e lei

Maradu e diskordia

I soku e ruspetu

 

Na ora di padjeta,

Konbersu sabi e bodona

I boka kaladu e vinti kuatu rasposta

Pabia, rasposta e ramoki

Verdadi e konbersu

Mintira ta baradjadu

Verdadi ta tuntunhidu

Sentensia ta skivadu

I lei e demagojia

 

Forti kontradison

Nes padas di nason!



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # Marciano Moreira 27-02-2019 00:34
Vos di pueta e vos di povu nburdiadu na tantan di nos batuku, salpikadu ku melodia di nos funana! Parabens pa ortografia inpekavel!
Responder