• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Governo promete reabilitação do cais de cabotagem do Porto da Praia num investimento de 103 mil contos
Economia

Governo promete reabilitação do cais de cabotagem do Porto da Praia num investimento de 103 mil contos

O ministro do Mar anunciou hoje que o cais de cabotagem do Porto da Praia vai ser reabilitado nos pavimentos e vigas de coroamento dos molhes de atracação, num investimento de 103 mil contos.

Trata-se de uma obra financiada pela Empresa Nacional de Administração dos Portos (Enapor – Portos de Cabo Verde) que terá prazo de execução de oito meses e que visa melhorar as condições de tráfego de passageiros, segundo Abraão Vicente, para quem as infra-estruturas nos portos são básicas para atrair clientes e que são também essenciais para o Enapor, particularmente para o seu volume de negócio e pela qualidade do seu serviço.

O ministro falava no acto de consignação da obra, na manhã de hoje, no Porto da Praia, e lembrou que cais de cabotagem “há décadas que não recebia as obras de reabilitação” e assegurou que se trata de uma infraestrutura de apoio, não só ao transporte de passageiros, mas também de mercadorias, ajudar no melhoramento das condições de apoio aos barcos e aos transportes marítimos em si.

Abraão Vicente frisou ainda que a obra irá melhorar as condições de atracagem dos navios e irá facilitar os passageiros na sua deslocação no porto, enquanto não houver gare marítima, com maior comodidade.

O presidente do conselho de administração do Enapor, Ireneu Camacho, por seu lado, destacou a importância da obra, porque, segundo disse, “vai alavancar uma nova obra da gare marítima” do Porto da Praia, que ainda está em processo de estudos técnicos.

O Porto da Praia, na ilha de Santiago, assume-se como um dos principais portos do sistema portuário de Cabo Verde, desempenhando o duplo papel de afirmação no mundo e de motor de desenvolvimento económico e social do país, como porta de entrada na sua cidade capital, conforme a mesma fonte.

Partilhe esta notícia

Comentar

Inicie sessão ou registe-se para comentar.

Comentários

  • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!