Pub

arnaldo silva

Arnaldo Silva, advogado e antigo secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro na década de 1990, foi detido ontem, quarta-feira, pela Polícia Judiciária, no seguimento de um mandado do Ministério Público por supostos indícios de burla, falsificação de documentos e associação criminosa. Silva, que passou a noite na PJ, deve ser apresentado hoje ao Tribunal para legalização da prisão.

Esta é uma notícia que vamos actualizando à medida que mais informações nos chegam. Para já, é certa a detenção de Arnaldo Silva desde ontem, estando o advogado à espera de ser apresentado ao Tribunal da Praia para legalização da prisão, o que deve acontecer ainda hoje, segundo atestam fontes de Santiago Magazine.

A PJ cumpriu ordens do Ministério Público que mandou efectuar buscas na residência de Arnaldo Silva, no Palmarejo, antes de conduzirem o antigo governante para prestar depoimento na sede da polícia científica, onde terá passado a noite.

Tudo leva a crer, apontam as nossas fontes, que na origem desta detenção estarão, além de outros supostos crimes, suspeitas de negócios ilicitos na venda de terrenos da Praia, um caso que vem sendo denunciado há largos anos sobretudo pelo advogado Felisberto Vieira Lopes, tanto em artigos de jornais, como atavés de um pequeno livro intitulado "O Caso de Palmarejo Grande - a maior burla na história de Cabo Verde, O fio da meada por onde se pode descobrir a Máfia e os Mafiosos de Cabo Verde", no qual Vieira Lopes acusa Arnaldo Silva de ser o mentor de uma "Rede de corrupção, falsificações, vendas por burlas dos terrenos roubados de Palmarejo, Palmarejo Grande/Monte Vermelho (3.562), Frouxa-Chapéu, Monte Babosa, Terra Branca, Simão Ribeiro, Aguada (3.561) e outros que não pertencem (e nunca pertenceram) a Fernando José Sousa nem aos Serras".

Arnaldo Silva já exerceu cargos de grande responsabilidade no país. Além de governante, Silva foi também Bastonário da Ordem dos Advogados, dirigente partidário (MpD e PCD) e deputado nacional. Como advogado, Silva representa entre muitos clientes o proprietário Fernando Sousa, que há décadas trava uma incessante luta com os herdeiros de Tavares Homem por grande parte das terras da Praia.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

+3 # Luis Ortet 10-09-2019 14:38
Vergonha pa Cabo Verde!
ONU sta em cima!
Quem que cometi crime tem ki paga pa si crime!
Rico ou pobre!!!
Responder
+2 # Luis Ortet 10-09-2019 14:10
Viva a Justica!!!
Responder
+1 # justica 06-09-2019 08:22
A justica deve funcionar para todos. faltam muitos casos a serem resolvidos ainda. Quem nao se recorda do caso ANAC; terrenos de Murdeira no Sal etc
Responder
+1 # Nats 06-09-2019 01:21
Ess detenção contici poku tempo dipos di presidenti cmp ter sido baleado. Será que é sta mitido nisso também?
Responder
+4 # Nats 06-09-2019 01:19
Kusas di Naná sta bem desdi venda di aviões Casa na anos noventa.
Responder
0 # Luis Lopes 05-09-2019 23:32
Maior burla de Cabo Verde???
E em relação a ilha do Sal mais concretamente as salinas de Pedra de Lume e todo o arredor da Pedra de Lume? Serra que ninguem olha por esta ilha ou quem deveria olhar esta tambem metido no meio? E porque nenhum meio de comunicação nunca entrou de facto no assunto para tentar decobrir quem sao os envolvidos na "compra e venda" da referida vila?
Responder
0 # Kankam fefi 15-09-2019 18:15
Asserio
Na ilha do Sal tb?
Responder
+6 # Manuela 05-09-2019 20:13
Deus existe mesmo. Levei 10anos para esperar por justiça divina já wue a dos homens tem muitos contornos. Quando a SAAirways estava a fechar este demônio lixou-,nos a todos. Ficamos sem os nossos direitos e a nossa correcta indenização. Inventou tanta trafulhice que fomos pra rua quase como miseráveis. DEUS é meu Pai e muito obrigada.
Responder
0 # Janine Matos 05-09-2019 16:43
Quais os dados para ajuda via Paypal???

Grata,
Responder
+5 # Delgado Matias Anton 05-09-2019 16:04
Fantástico não é só ele há mais pessoas investiguem bem. De todas as maneiras tenho a certeza que ele irá mencionar os outro . Já não era tarde, há anos que a roubalheira do século estava escondida na gaveta . Um obrigado será pouco.
Responder
+4 # Manuel Miranda 05-09-2019 15:35
Ostentam uma riqueza bruta sem sair da capital, galinha dos ovos de ouro, sob a capa de um cidadao exemplar e â margem da lei e por fim sao chamados de empresarios de sucessos.
Responder
0 # roxana aguilera 05-09-2019 15:22
A Falsidade Ideológica desde que este escrito e' considerado FLAGRA ,pelo que nao entendo que se diga o contrario.
Responder
+10 # Daniel A. 05-09-2019 14:55
Finalmente !
Que haja colhoes para se prosseguir, fazendo justiça e dando a César o que é de César e, a Deus o que é de Deus. A rede que a volta dos terrenos do Estado, do Município e de alguns particulares indefesos, se enriqueceu, de todos conhecidos na Praia, integram advogados (um grupo), políticos, empresários, e alguns agentes de justiça e dos registros e notariados. Este começo da-me algum alívio, pois, tenho andado a matutar se isto iria continuar assim, com descarados ladroes e falsificadores de registros, livros e outros documentos, a serem condecorados e distinguidos em nome de valores que envergonham qualquer Nação que se prese. Que Deus de coragem, sabedoria e senso de justiça aqueles que deram o tiro de Partida, para não pararem já que desta forma a Nação os agradece.
Viva a Justiça!
Responder
0 # roxana aguilera 05-09-2019 15:25
o começo da Vaza Jato no Cabo Verde.
Responder
+1 # roxana aguilera 05-09-2019 14:47
A Falsidade Ideológica ,delito de improbidade administrativa contra a Fe' Publica esta tipificado no Código Penal e da Cadeia também a Corrupção e abuso no exercício do cargo vai a conter-se quando estes corruptos senta o peso da Lei que será qdo as pessoas denunciem e o MPF avance .
Responder
+1 # Bento Fortes 05-09-2019 14:25
é preciso que a justiça se faça respeitar. estes individuos agem no maior desprezo pelas normas de convivencia social e num profundo desrespeito pelas autoridades deste pais e pelo principio dr subir na vida pelo trabalho.
Responder