• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Aprenda a não complicar a vida de ninguém. Construindo pontes e não muros
Em Foco

Aprenda a não complicar a vida de ninguém. Construindo pontes e não muros

O segredo da vida é construir pontes e nunca muros. Quem constrói muros ficará sozinho e quem constrói pontes ganhará o acesso. O necessário é fazer o possível para não complicar a vida de ninguém. Ser um facilitador, um generoso. Alguém que serve o outro e não que serve do outro. Permitindo que o outro siga o seu caminho, sem complicar absolutamente nada. Aprender que o segredo da vida é amar, perdoar e acreditar que cada caminho que abrimos é uma semente pronta a germinar e produzir.

A generosidade interpessoal é um dos princípios mais importantes na vida. "Ninguém é uma ilha". O caminho do "sucesso holístico" é feito de partilha sincera e construções relacionais proativas. A capacidade de sairmos do nosso mundo exclusivista á uma interação dinâmica e construtivas, constitui o processo pivô das grandes mudanças. Quem pensa que cresce sozinho não chegará a lugar nenhum e pior ainda, ficará pelo caminho sem encontrar norte nenhum.

Reconhecer que somos o que somos porque alguém nos ajudou a chegar onde estamos é importante.

A vida sem esse reconhecimento permanente se torna difícil e poderá complicar-se cada vez mais. Quando falamos da generosidade, referimos sobretudo no aspeto comportamental e interpessoal; fazer o melhor para o outro sem complicar absolutamente nada. O que mais poderá nos destruir sem que darmos conta, é a habilidade sorrateira e perspicaz de tentar complicar a vida do outro.

Em vez de abrirmos a porta, fechamo-la por alguma razão. Alguns fazem isso por pura vingança disfarçada de justificativas como: nosso relacionamento é incompatível, ele não pensa como eu, merecia essa atitude, mostro para ele quem manda aqui. A ainda temos aqueles que querem apagar a luz do outro para que a dele acenda mais.

A nossa miséria interna reflete justamente quando decidimos agir dessa forma. Está claro, quem exerce a generosidade comportamental jamais terá prazer em ver o outro destruído ou em desvantagem. O sadismo não combina com a generosidade interpessoal.

Quem tenta cavar a cova do outro, cairá ele mesmo na sua própria cova.

Portanto, é imprescindível que sejamos generosos em tudo que fazemos. Os maiores homens da história contemporânea marcaram a sua existência pautando pela "generosidade holística". Muitos querem conquistar grandes pódios, mas não conseguem chegar lá. A razão principal, é porque são gananciosos em termos de atitude interpessoal. Preferem "matar" o outro para se emergirem como heróis da história. Todos os homens que tentaram fazer isso se sucumbiram discretamente. Não se pode construir nada com base em ganância interpessoal. Nenhuma atitude poderá ser tão perigosa quanto isso.  Qualquer pessoa que deseja destruir o outro, dificultar ou anular para ter a sua própria visibilidade pessoal, está a se autodestruir paulatinamente. A generosidade comportamental/interpessoal, é um dos segredos mais profundos do bem-estar e da felicidade. Nenhum ganancioso é feliz.

O segredo da vida é construir pontes e nunca muros. Quem constrói muros ficará sozinho e quem constrói pontes ganhará o acesso. O necessário é fazer o possível para não complicar a vida de ninguém. Ser um facilitador, um generoso. Alguém que serve o outro e não que serve do outro. Permitindo que o outro siga o seu caminho, sem complicar absolutamente nada. Aprender que o segredo da vida é amar, perdoar e acreditar que cada caminho que abrimos é uma semente pronta a germinar e produzir.

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Lino Magno

Teólogo, pastor, cronista e colunista de Santiago Magazine