• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Cabo Verde, um mar de mar
Colunista

Cabo Verde, um mar de mar

O mar fascina, sua magia contagia e sua riqueza sacia! Eis as razões porque estamos todos notificados a nunca mais evocar o termo "pobreza" ao falarmos do território Cabo-verdiano;

Um dos grandes privilégios, de entre os vários que já tive, foi embarcar no "Fridtjof Nansen", um confortável e moderno paquete Norueguês, condicionado para a investigação haliêutica. Estamos a falar do maior e melhor laboratório flutuante operando em todo Atlântico Africano;

Foram quinze dias palmilhando o território marítimo Nacional, ilha a ilha. O objectivo da expedição consistiu em actualizar as informações sobre o nosso potêncial, medir os indicadores bioquímicos e climáticos das águas e assim disponibilizar ao Estado informações para sustentar decisões políticas importantes e estratégicas para o nosso desenvolvimento;

Após cada sessão de lançamento da rede e captura, o trabalho no convés consistia em fazer a triágem e contagem de cada espécie. Enquanto, as sondas eram mergulhadas a diferentes profundidades para coleta de amostras de água a serem analisadas. Os covos também mergulhados para a coleta de moluscos e crustáceos (polvos, lagostas, etc);

Foi uma grande expedição ao serviço de Cabo Verde, organizado pelo Estado, apoiado pelos seus pares internacionais, com assinatura técnica nacional do então INDP/2010.

Para termos a noção da importância desta contribuição para o pais, importa saber que os acordos de pesca e as quotas a negociar, bem como as bases para a gestão dos planos estratégicos do sector das pescas, estão ancorados nos relatórios técnicos deste tipo de estudo, que de resto, são confidências.

Nossa visita aos colegas do Centro Oceanográfico de Mindelo em Março último, deixou-nos o sentimento de que o país cresceu e se prapara para novos desafio. No entanto, ficou-nos também a impressão, viva, de que o sistema político anda a passos lentos, no processo de definição das reformas propostas, condições aguardadas para abrirmos espaço e definirmos cenários para a passagem à fase de implementação das políticas. O pais e os quadros sedentos de trabalho, agradecem.

Enquanto isso, os actores de pesca e suas organizações, discutem e constróem a proposta de integrarem, enquanto partes legitimas, as equipas de preparação e negociação dos acordos internacionais de pesca.

Vamos, Cabo Verde, de cara para o mar, trabalhar e analisar: Se à comunidade internacional, nosso mar interessar, porque é que ao nosso filho não haverá de alimentar!!!

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!