• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Santa Catarina precisa ganhar
Ponto de Vista

Santa Catarina precisa ganhar

As eleições autárquicas que se avizinham são, para Santa Catarina, o nascer de uma nova esperança, uma oportunidade ímpar, oportunidade esta que não pode ser desperdiçada, sobe pena de outra vez Santa Catarina sair a perder. E Santa Catarina não pode hoje dar ao luxo de voltar a falhar, e cabe aos santa-catarinenses não deixar isso acontecer.

E impõe, aos santa-catarinenses, a tomada de o que podemos dizer a mais fácil decisão, que é fazer com que o município volte a ganhar. E para que tal aconteça é preciso votar, votar a favor de um projeto que rompa com as práticas de uma gestão nefasta e centralista, é votar num projeto abrangente e visionaria que tem como ancora a realização de Santa Catarina no seu todo, sem discriminação de pessoas e lugares. É votar um projeto que dê esperança de futuro a toda a classe etária, nomeadamente, aos jovens, que compõem a larga maioria da população do município. É também votar num projeto que tem uma visão clara para o mundo rural e tenha políticas públicas concretas para o sector da agricultara, pesca e pecuária, sendo estes as maiores fontes de rendimentos das famílias de Santa-catarinenses.

Fazer Santa Catarina ganhar é pôr um fim ao sentimento de descontentamento que é generalizado em todo o município, motivado pela má gestão municipal, facto este que transcende até aos próprios militantes do partido que sustenta a autarquia local. Pois, hoje, ninguém é indiferente a penosa situação em que vive o nosso município, e ninguém poderá ficar indiferente a este sentimento que é comum entre todos os munícipes.

Volvidos 12 anos de uma gestão municipal desastrosa em Santa Catarina, hoje é imperativo que todos cheguem a frente num “djunta mo” sob o lema de resgatar Santa Catarina e devolvê-la ao rumo certo, e para que isso possa de facto acontecer, teremos que nestas eleições que se avizinham, votar na mudança, sem dar oportunidade a ambiguidade, porque este é a causa do retrocesso que temos constatado em Santa Catarina.

É também, acima de tudo, votar num projeto liderado por pessoas que não estejam em busca de aventuras e retaliação e nem de satisfações pessoais, porque este não é o perfil de um líder autárquico. Pois, este é um cargo que deve ser almejado e ocupado por quem tem como missão servir, servir, servir. Creio que, como acima referi, a decisão dos santa-catarinenses parece estar facilitada, porque dos candidatos perfilados na corrida à Camara Municipal do nosso município não se vislumbra qualquer dúvida de quem é merecedor da confiança de todo nós.

O futuro do nosso município não condiz com qualquer hesitação da nossa parte, pois devemos abraçar sem medo e sem hesitação o projeto que, acima de tudo, propõe a Santa Catarina uma clara mudança na forma de gerir a coisa pública, que propõe aos santa- catarinenses uma nova forma de relacionamento entre a autarquia e a sua população, que passa por um dialogo constante na procura de soluções, em que todos possam sentir e tirar provento das politicas levadas a cabo pela edilidade. É, também, abraçar um projeto que permita a todos os munícipes participarem ativamente na vida pública e política do município, onde todos possam ter a oportunidade de participar nessa jornada de mudança e de desenvolvimento.

Santa Catarina precisa e merece ganhar muito mais do que promessas eleitoralistas. Santa Catarina e os santa-catarinenses merecem um tratamento justo e igual.

Santa Catarina precisa ganhar um presidente à sua altura e à altura das aspirações dos seus jovens, adultos e crianças.

Devemos todos Fazer Santa Catarina ganhar. É o nosso dever.

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!