Pub

 binter cv at sal international

A companhia área Binter Cabo Verde já reencaminhou quase três dezenas de passageiros por via marítima, por causa da bruma seca que cobre o arquipélago, anunciou esta sexta-feira, 3 de janeiro, a empresa.

"Ontem encaminhámos 15 passageiros de barco para Fogo no Praia D'Aguada às 23:00 e vão hoje 11 passageiros para o Maio, com excelente colaboração e coordenação com a CV Interilhas", informou o diretor-geral da Binter Cabo Verde, Luís Quinta.

A Cabo Verde Interilhas, sob a liderança da portuguesa Transinsular, venceu um concurso público internacional e assumiu o transporte marítimo de passageiros e cargas entre as ilhas de Cabo Verde em 15 de agosto do ano passado.

Desde quarta-feira que a bruma seca cobre o arquipélago, provocando cancelamentos em vários voos da Binter, que, segundo a companhia, já afetou quase 600 passageiros, mas os números podem chegar às 900 pessoas.

Segundo Luís Quinta, hoje o dia prevê melhorias para a parte da manhã, tendo realizado a viagem para a ilha Boavista, mas notou "incertezas" mais para o final da tarde.

"São Nicolau está por enquanto abaixo dos mínimos de forma que o voo de quarta-feira está em ‘stand-by’ para reposição", prosseguiu, indicando também que São Vicente ainda está abaixo dos mínimos, mas espera melhorias nos próximos relatórios de meteorologia.

O diretor-geral informou ainda que a Binter vai repor o voo do Sal para a Praia esta manhã e Praia - Sal ao início da tarde.

A Binter Cabo Verde, criada em 2014, é uma companhia de direito 100% cabo-verdiano, que tem como único acionista a empresa Apoyo Y Logistica Industrial Canária, Sociedade Limitada.

Durante dois anos e até agosto de 2019, era a única companhia que fazia as ligações entre as ilhas do arquipélago, depois da saída da companhia aérea pública TACV, em agosto de 2017.

A TACV, agora com o nome de Cabo Verde Airlines, retomou os voos domésticos, entre ilhas, através de uma parceria com a portuguesa Lease-Fly, garantindo a conectividade ao 'hub' na ilha do Sal, de onde opera grande parte dos voos internacionais.

Na quinta-feira, o Instituto Marítimo e Portuário (IMP) emitiu um comunicado a interditar a saída para o mar de todas as embarcações de pesca local, botes e pequenas embarcações de boca aberta, enquanto se mantiver a bruma seca.

A bruma seca é uma tempestade de poeira proveniente do deserto do Saara e que é habitual em vários períodos do ano em Cabo Verde e vai continuar nos próximos dias em todo o arquipélago.

Com Lusa



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar