Pub

pedonal assomada1

A Câmara Municipal de Santa Catarina, realiza este sábado,14, a primeira Noite Branca de Assomada, com quatro palcos diversos com músicas para todos os gostos.

O evento, segundo uma nota da autarquia santa-catarinense, vai ter três palcos a funcionar simultaneamente, está aprazado para as 20:00 e termina às 02:00 do dia seguinte.

O palco 1 vai estar instalado na Praça Central tendo como oferta a música sacra, envolvendo várias igrejas de Assomada, mas também dança contemporânea com o grupo BSB.

O palco 2, a funcionar na Praça Mamazinha Ferreira, oferece batuco e funaná, com os grupos de batucadeiras Ana da Veiga (Ribeirão Manuel), Txabi Paraíso (Cruz Grande), Raiz Fincado (Nhagar), Estrela de Ave (Saltos), Djunta Mo (Fundura) e Pé di Polon (Boa Entrada). O funaná sobe ao palco com Benvindo & Nola e Manazinha Freire.

O palco 3 vai ser montado no bairro de São Bento, e será dedicado exclusivamente ao hip hop e do cartaz consta nomes como 265 MÀFIA, Dudek, Boston, FBF, Passaport Tchambus, Fidjus de RB, Djarull, JP, Resistência, Investigador, CJ Heleno, Fidjus D´Africa, Yuram, Fidju Terra & Ricthaz, Jany Brito & Patrick Brito, Pandz Kilss, Dirock, Profeta, PTK, Poetas de Guetto, MC Neguinho e 100 Juiz.

O palco 4, a funcionar junto ao Tribunal, tem como figuras de cartaz Loony Johnson e Oudji.

Entretanto, a organização informa que oportunamente serão anunciados outros artistas para o palco 4 dedicado aos músicos nacionais.

Também em Santiago Norte, o município de São Salvador do Mundo vai ter a sua primeira edição da Noite Branca, numa iniciativa de um privado.

O evento terá como palco o polivalente de Achada, deve principiar às 22:00, e vai contar com performance de Trakinuz, Willy Semedo, Mc Tranka Fulha e Titui de Belo, Fudjus di Code de Dona, e animação do DJ Edy e MC Pensador e Sarabudja.

O certame terá entrada pago a 400 (1º lote) e 500 escudos (2º lote).

Com Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar