Pub

cartaz ilhas culturais

A VI edição da Ilhas – Práticas Culturais “Mais diversidade, melhor humanidade” arranca hoje nos Açores (Portugal) com uma homenageia a mãe crioula e mãe ilha Ti Néne e a comunidade de imigrante residente nos Açores.

O certame, que acontece de 4 a 15, visa desenvolver actividades culturais na promoção do diálogo intercultural nas Ilhas das Açores.

Segundo informou à Inforpress o contador de estórias de origem cabo-verdiano, residente há 15 anos em Portugal, Adriano Reis, neste evento vão cruzar identidades culturais das ilhas de Cabo Verde e dos Açores num diálogo entre as culturas, através de contos e músicas tradicionais de “lá e de cá”.

Nesta viagem intercultural, sublinhou, os espectadores, a comunidade açoriana migrante, emigrantes e imigrantes vão “abraçar e viver” com eles as semelhanças culturais com práticas culturais diferentes.

“Com esta viajem pretendemos reflectir também as questões das migrações, isto é, as migrações das ilhas de Cabo Verde para as ilhas dos Açores e para Portugal continental e resto da Europa, bem como dos graciosenses para o Brasil, Estados Unidos da América, continente e resto da Europa”, salientou.

Segundo a programação do evento, no dia 04 os contadores de estórias Adriano Reis (Cabo Verde) e Valter Peres (Ilha Terceira) apresentam mais uma sessão de “Stória Stória” homenageando a mãe Crioula e mãe ilha Ti Néne.

“Juntos irão contar estórias das histórias da imigração dos respectivos conterrâneos, começando desde mais simbólica e referência das ilhas de nascença, neste da   furna de maria encantada a mais bela expressão de liberdade crioula Blimundo de Cabo Verde”, lê-se no documento da programação.

Nos restantes dias, estão previstos várias actividades como Intercâmbio Intercultural, visita às comunidades imigrantes, a Associação dos Imigrantes dos Açores, recolha oral na Ilha Graciosa da lenda “Furna da Maria Encantada”, sessões de “stórias” com o graciosense, investigador e contador de “stórias”, Fábio Mendes.

Acontece ainda uma sessão de “stórias” tradicionais de Cabo Verde nas escolas, biblioteca e lares de idosos da ilha Graciosa, e um ensaio com Fábio Mendes.

De 12 a 15, Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel, recebe o projecto do contador de estórias de origem cabo-verdiano Adriano Reis, “Beber na Fonte” e ainda está agendada um Intercâmbio Intercultural e visita à comunidade imigrante cabo-verdiana.

Segundo informou, Adriano Reis, nas recolhas orais serão efectuados gravações de contos tradicionais com crianças filhos de imigrantes nos Açores para o programa radiofónico “Olá Meninos” da Rádio de Cabo Verde.

Com Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar