• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Fogo Coffee Spirit triplica exportação para os EUA
Economia

Fogo Coffee Spirit triplica exportação para os EUA

Mais de 11 toneladas de café orgânico do Fogo seguem esta quarta-feira,11, para as lojas da Starbucks nos Estados Unidos – o triplo da quantidade exportada no ano passado para o mesmo destino. A canariense Emicela também já quer esse café do Fogo.

Esta é a terceira vez que a Fogo Coffee Spirit exporta café comercial para os Estados Unidos da America, através de um acordo de fornecimento estabelecido com uma multinacional Starbucks, dona de uma das maiores cadeias de cafetarias do mundo.

Segundo o director geral da empresa cabo-verdiana, Amarildo Baessa, a remessa desta quarta-feira é a maior quantidade de café produzido em Cabo Verde já exportado: são 11.610 quilogramas de café orgânico, que vai directo para Seattle de onde será depois distribuído pelas lojas da Starbucks por todo o país.

No ano passado, a Fogo Coffee Spirit exportou para os EUA pouco mais de quatro toneladas (4.025 quilos), representando metade da solicitação da multinacional Starbucks.

Além da quantidade para a exportação, a empresa dispõe de mais de quatro toneladas que se destina ao mercado nacional, estando, segundo Baessa, neste momento em negociação com a Emicela, empresa de capital das Canarias e que já começa penetrar no mercado cabo-verdiano.

A Fogo Coffee Spirit exportou em anos anteriores para países como Rússia, Japão, Holanda, Itália e Alemanha, e o processo “respeita todos os parâmetros” exigidos pelos EUA e é efectuada mediante o certificado fitossanitário emitido pelo Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA).

O café é cultivado principalmente na área montanhosa e fértil dos Mosteiros, envolta por diversos microclimas e sem presença de produtos químicos (produção orgânica). A “Fogo Coffee Spirit ” obteve no ano passado a certificação internacional de café orgânico pela Control Union Nederlands.

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!