DNRE apreendeu mais  de 40 mil contos não declarados no Aeroporto da Praia em 2023
Economia

DNRE apreendeu mais de 40 mil contos não declarados no Aeroporto da Praia em 2023

Trata-se de divisas em euros e dólares que tinham como destino, sobretudo, Lisboa e Dakar.

Foram apreendidos durante o ano de 2023 cerca de 41 mil contos no Aeroporto Internacional da Praia. Trata-se de divisas que não foram declaradas pelos passageiros. O montante supera em 31 mil contos o valor de 2022, que ronda os nove mil contos.

Segundo informação avançada pela Direção Nacional de Receitas do Estado (DNRE), a apreensão foi feita através da Delegação Aduaneira do Aeroporto Internacional da Praia que efetivou 17 apreensões de divisas (entre euros e dólares) em 2023. O montante total é de 41.172.103,49 ECV (cerca de 41 mil contos), que ultrapassa em larga medida o valor das apreensões realizadas em 2022 que atingiu os 9.242.049,63 ECV (cerca de 9 mil contos). Estas divisas tinham como destino, sobretudo, Lisboa e Dakar.

Segundo o artigo 11º da Lei nº 120/VIII/2016, de 24 de março, é obrigatória a apresentação do formulário “Declaração de Divisas”, sempre que os passageiros, nacionais ou estrangeiros, entram ou saem do território nacional com o montante igual ou superior a um milhão de escudos (mil contos), ou o equivalente em moeda estrangeira.

Trata-se de uma ação no âmbito das medidas que vêm sendo implementadas para detetar os movimentos físicos de dinheiro líquido, incluindo o sistema de declarações, estabelecidas pelo Grupo de Ação Financeira (GAFI), do qual o Grupo InterGovernamental de Acção contra o Branqueamento de Capitais na África Ocidental – GIABA – criado em 2000 é membro e do qual Cabo Verde faz parte.
 

Fonte: balai.cv

Partilhe esta notícia

Comentar

Inicie sessão ou registe-se para comentar.

Comentários

  • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!