• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Assembleia Municipal da Praia aprova proposta que autoriza elaboração de projectos de loteamento em Palha Sé
Economia

Assembleia Municipal da Praia aprova proposta que autoriza elaboração de projectos de loteamento em Palha Sé

A Assembleia Municipal da Praia aprovou esta terça-feira, 14, a proposta de deliberação que autoriza a elaboração de projectos de loteamento em Palha Sé, que vai permitir, segundo o presidente da câmara, satisfazer as necessidades dos praienses.

Em declarações à imprensa, Francisco Carvalho manifestou satisfeito pela aprovação desta proposta que contou com 11 votos a favor e 10 contra, tendo considerado tratar-se de um grande passo.

Segundo o autarca, este projecto vai permitir que a câmara tenha mais um conjunto de lotes disponíveis para os praienses, alegando que o MpD (oposição camarária) não quer o progresso no município, não quer que os cabo-verdianos tenham acesso a lotes para construírem as suas casas e os seus sonhos.

“São cerca de nove mil metros quadrados de lote que nós vamos ter disponíveis para satisfazer as necessidades dos praienses, aqui na capital. Temos efectivamente de abandonar esta forma de gerir a coisa pública, nós temos de procurar permanentemente na gestão que nós fazemos dos bens públicos e garantir que haja o maior número possível de munícipes que tenham acesso a esses bens públicos”, reforçou.

Para Francisco Carvalho há uma necessidade “urgente e tremenda” de reconquistar a confiança das pessoas, tendo advertido que não há outra forma de reconquistar essa confiança se não for através da resolução dos problemas que as pessoas enfrentam no seu dia a dia.

Por seu lado, o deputado municipal do MpD (oposição camarária), Manuel Alves, criticou o voto de qualidade do presidente da câmara em aprovar deliberações para serem submetidas à Assembleia Municipal, afirmando que isso não existe em nenhuma outra autarquia.

“O presidente da Câmara Municipal aproveita a morosidade da justiça e traz deliberações. A deliberação mais grave que está a trazer é o loteamento de Palha Sé, este é um pedido de autorização de loteamento", afirmou, apontando ainda uma outra proposta de deliberação que diz ser também grave que tem a ver com o empréstimo de 600 mil contos para ser aprovado na Assembleia Municipal.

Conforme o eleito municipal, o presidente da câmara tem que saber que o estatuto do município, o regimento da Assembleia Municipal tem que ser cumprido.

“Ele tem estado a ir sempre fora da lei, aproveitando a morosidade da justiça, mas a justiça vem nem se for tarde”, asseverou.

Por seu lado, o líder da bancada municipal do PAICV (partido que gere a câmara), Aquiles Barbosa, declarou que não se pode esperar outra coisa do MpD que não seja voto contra, justificando que a oposição nunca votou nada a favor na câmara da Praia e nem sequer dá o benefício de dúvida em nenhuma deliberação, nem no orçamento e nem no plano de actividades.

Partilhe esta notícia