Pub

gás

1 de Outubro entra com subidas generalizadas nos preços dos combustíveis. O gás é o que mais sobe (10,43%) com esta nova actualização dos preços dos combustíveis pela ARME.

A Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME) estabeleceu novos preços máximos dos combustíveis, a vigorar a partir das 00 horas do dia 1 de Outubro de 2019. A nova grelha revela aumentos em todos os produtos, mas o destaque vai o gás butano que fica 10,43% mais caro em relação à última actualização.

O Butano passa, assim, a ser vendido a granel por 118$60/kg, sendo que as garrafas de 3 Kg vão custar 338$00; as de 6kg, ficarão por 712$00; as de 12,5 kg sobem para 1.483$00 e as de 55 kg, serão vendiudas a 6.524$00 a partir deste 1 de Outubro.

A nova tabela indica ainda que a Gasolina passa a ser vendida a 125$20 o litro (aumento de 2,4%), enquanto o Gasóleo Normal fica agora por 104$80 (3,87%). O preço do Gasóleo para Electricidade foi estipulado para 89$60 (4,67%)e o Gasóleo Marinha a 75$90 (4,69%). Já o Petróleo aumenta para 91$40 (4,82%), o Fuelóleo 380 será comercxializado por 55$80 o litro, e o Fuelóleo 180, passa a valer 62$40.
A ARME, citando dados publicados no Platts European Marketscan e LPGasWire, explica que os preços médios dos combustíveis, nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, registaram subidas generalizadas durante o mês de setembro (7,4%), relativamente ao mês de Agosto.

Segundo nota da reguladora, "o mês de Setembro registou uma subida nas cotações médias do petróleo, que se deve, sobretudo, ao ataque de drones a duas instalações petrolíferas da Saudi Aramco, que paralisaram a produção de 5,7 milhões de barris diários. Para além disso, factores como a redução nos stocks de crude dos EUA, a melhoria dos indicadores económicos do setor dos serviços na China e a reunião da OPEP, ajudaram a pressionar em alta as cotações do petróleo nos mercados internacionais".

Escxlare a inda a ARME que "a cotação do último dia (útil) do mês de setembro do câmbio EUR/USD, tendo como referência a BLOOMBERG (14 horas no horário de Frankfurt), evidenciou uma depreciação do euro face ao dólar dos Estados Unidos, em 1,16% (1,0909), se comparado ao câmbio do último dia do mês de agosto, tendo acentuado a subida do preço no mercado interno, dado que o petróleo é negociado em dólares".

Estes novos preços máximos de venda ao consumidor passam a vigorar de 1 a 31 de Outubro de 2019.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar