José Maria Neves convida Papa Francisco para visitar o arquipélago
Em Foco

José Maria Neves convida Papa Francisco para visitar o arquipélago

O Presidente da República convidou hoje o Papa Francisco para visitar o arquipélago durante as comemorações dos 500 anos da diocese de Santiago, anunciou numa mensagem, após um encontro com o líder da Igreja Católica, no Vaticano.

“Reiterei o convite para que visite as ilhas, no quadro das comemorações dos 500 anos da criação da Diocese de Santiago de Cabo Verde”, escreveu José Maria Neves.

As comemorações prolongam-se até 2033.

Por outro lado, tal como já havia referido na quinta-feira, o chefe de Estado deu conta do “desejo de beatificação de Manuel Costa Ríos, mais conhecido por negro Manuel, que partiu de Cabo Verde para Argentina, no século XVII, e se tornou guardião de um santuário na localidade de Luján”.

O Presidente da República descreveu o encontro de hoje com o Papa Francisco numa mensagem no Facebook.

“Foi um encontro luminoso. Falámos sobretudo da paz e da fraternidade no mundo, da liberdade de espírito e da dignidade da pessoa humana. O Santo Padre referiu-me Cabo Verde, com um misto de emoção, orgulho e profundo respeito”, descreveu.

O Papa Francisco “tem sido uma liderança inspiradora e tem abordado com grande sapiência e magnanimidade as questões mais candentes da atualidade como as guerras geo-estratégicas, as mudanças climáticas, a pobreza, as desigualdades e as migrações”, acrescentou.

José Maria Neves foi recebido “exatamente 10 anos depois” da última reunião entre ambos, também no Vaticano, enquanto primeiro-ministro, para troca dos instrumentos de Ratificação do Acordo Jurídico assinado entre Cabo Verde e Santa Sé, em junho de 2013.

O encontro de hoje esteve enquadrado numa visita que o chefe de Estado realiza a Itália, até segunda-feira.

O chefe de Estado tem ainda na agenda outros encontros ao nível da cooperação bilateral e visitas a comunidades cabo-verdianas em Roma e Nápoles.

Partilhe esta notícia

Comentar

Inicie sessão ou registe-se para comentar.

Comentários

  • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!