José Maria Neves aceita convite de Zelensky para visitar Ucránia
Política

José Maria Neves aceita convite de Zelensky para visitar Ucránia

O Presidente da República, José Maria Neves, anunciou hoje que vai visitar a Ucrânia em “data a indicar”, aceitando um convite feito pelo seu homólogo ucraniano, em conversa telefónica.

Em nota de imprensa, a Presidência da República adiantou que o chefe de Estado recebeu hoje uma chamada telefónica de Volodymyr Zelensky, a pedido deste, para abordar o conflito armado que opõe aquele país à Rússia.

A chamada, prosseguiu ainda, serviu para os dois chefes de Estado desenvolverem conversações no sentido do reforço das relações bilaterais entre os dois países.

Segundo o Presidente José Maria Neves, Zelensky convidou-o a visitar aquele país do Leste Europeu, o que aceitou, “com data a indicar”.

Sobre o conflito com a Rússia, o chefe de Estado cabo-verdiano disse que Zelensky agradeceu a “posição firme” de Cabo Verde desde a primeira hora, a condenar a invasão de parte do território ucraniano pelas forças russas.

“Posição essa coerente com o respeito do Estado cabo-verdiano à integridade territorial e à soberania dos Estados, plasmado, inclusive, no artigo 11.º da Constituição da República. Um posicionamento pela paz e pela resolução negociada dos conflitos, à luz do Direito Internacional”, continuou a nota.

José Maria Neves avançou ainda que o Presidente ucraniano manifestou a disponibilidade em reforçar a cooperação bilateral com Cabo Verde.

“Volodymyr Zelensky explicou sobre a iniciativa 'Grain From Ukraine', programa humanitário, e que pretende beneficiar, sobretudo, os países africanos, lembrando que a Ucrânia é um dos maiores produtores e exportadores de cereais no mundo”, explicou.

Lembrando que vários quadros cabo-verdianos devem a sua formação à Ucrânia, o Presidente da República de Cabo Verde aproveitou, igualmente, para “deixar um abraço de amizade e de solidariedade do povo cabo-verdiano para o povo ucraniano”.

Numa mensagem publicada anteriormente, também a dar conta da chamada telefónica, Volodymyr Zelensky agradeceu o apoio de Cabo Verde à soberania e integridade territorial do país após a invasão da Rússia e pediu ao país africano para se juntar à implementação da "Fórmula da Paz".

Na mensagem, Zelensky disse ainda que agradeceu ao seu homólogo pela posição de liderança de Cabo Verde no grupo dos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento (SIDS, sigla inglesa) em apoio à soberania e integridade territorial da Ucrânia.

“Falei sobre a 'Fórmula da Paz' Ucraniana e ofereci a Cabo Verde para se juntar à sua implementação. Discutimos o tema da segurança alimentar global, em particular a iniciativa humanitária”, terminou.

A ofensiva militar russa no território ucraniano, lançada a 24 de fevereiro do ano passado, mergulhou a Europa naquela que é considerada a crise de segurança mais grave desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Tanto o Presidente da República, José Maria Neves, como o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, condenaram a invasão e pediram diálogo, e o país foi um dos 141 que em março de 2022 votou a favor de uma resolução das Nações Unidas a repudiar a ofensiva militar.

Em abril do mesmo ano, Cabo Verde foi um dos países que se abstiveram na votação de uma resolução na Assembleia-Geral das Nações Unidas para suspender a Rússia do Conselho de Direitos Humanos devido a alegados crimes de guerra e crimes contra a humanidade na Ucrânia.

Partilhe esta notícia

Comentar

Inicie sessão ou registe-se para comentar.

Comentários

  • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!