Pub

O segundo dia da sétima edição do Atlantic Music Expo (AME), juntou, uma vez mais, centenas de pessoas na capital do país, para momentos de reflexão, intercâmbio e sobretudo, música.  

IMG_4465.JPG

Com dois palcos, um na rua Pedonal e outro na pracinha da Escola Grande, a segunda noite do AME fez desfilar perante o público praiense vozes de Cabo Verde, Egipto, Guinné-Conakry, Moçambique e Canadá. 

Mónica Pereira, filha de mãe cabo-verdiana e pai guineense deixou patente a sua alegria de subir ao palco em Cabo Verde.

"Estou muito feliz e orgulhosa de cá estar. Já tinha vindo há dois anos atrás mas não tinha tido a oportunidade de desfrutar e sentir toda essa energia do meu povo, que espera seja o meu público também", afirma. Mónica chega de Paris, uma das capitais de eleição da World Music mas afirma que estar no AME em Cabo Verde tem um significado especial. O que há de especial aqui é poder reconectar com as raízes e o continente. Sou filha de emigrantes, como muitos de nós, então tem um sentido muito grande cá voltar", partilha.

IMG_4455.JPG

Mónica Pereira

A artista realça a "energia forte" que convida e atrai. "Se pudesse ficar, ficava", afirma sorridente. Atravessar o atlântico, por alguns dias, vale, sem dúvida, a pena para esta cantora que acredita que a partilha é o caminho para novas descobertas, oportunidades.

A mesma opinião é também partilhada pelo rapper Ga da Lomba, que sobe pela primeira vez ao palco do AME. Da Lomba já participou dos encontros do evento noutros anos e afirma que a aprendizagem foi um dos incentivos que o levou a inscrever-se para uma actuação este ano.

Já para o início da próxima semana Ga da Lomba anuncia o lançamento de um novo single com o artista Princesito.

IMG_4485.JPG

Ga da Lomba 

IMG_4478.JPG

Ga da Lomba

IMG_4490.JPG

Continuadores

O AME chega ao fim esta quinta-feira, mas durante todo o dia há ainda um programa rico a cumprir tanto no Palácio da Cultura Ildo Lobo, que tem acolhido as conferências e encontros, como nos dois palcos onde acontecem as actuações nocturnas.

Em palco estarão os cabo-verdianos Élida Almeida, Miroca Paris, Beth e Patrícia Carvalho. Nomes de outras latitudes como o músico Tiloun das ilhas Reunião, o sul-africano Bongeziwe e Mariama de França, aquecerão também a última noite do AME.  

Estão ainda programadas actividades no salão dos Paços do Concelho, a par da feira patente na praça Alexandre Albuquerque. 

O AME cederá o palco ao Kriol Jazz Festival, que arranca também esta quinta-feira, com Mario Lúcio e Simentera, e a portuguesa Cuca Roseta.

 



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar