Pub

lino magno

O mundo vive uma atmosfera antagônica e sombria. A tristeza ambivalente tem sido uma realidade presente no dia a dia das pessoas.

A história "Natalícia" traz na sua matriz teológica e antropológica, dimensões profundamente existencialista, com efeito transversal. Isto é, a encarnacionalidade de Deus em Jesus revela a nós o sentido da transcendência. Por sua vez, ressalta os contornos mais necessários para uma existência humana plausível e proficuamente substancial, como determinante.

Não é razoável trivializar ou relativizar um marco de natureza transcendente, ao ponto de nos tornar subservientes de uma ditadura fantasmagórica, quanto imaginária no sentido mais baixo possível. A espiritualidade que se fecha como uma única estrela no cenário "Natalício", deve nos impulsionar de tal forma que a nossa transitória existência reviva como uma luz, tal qual o cerne da transcendência "Natalícia".

É importante um novo paradigma conceitual sobre os vislumbres de "Natal". Nada de invólucro, aparatos secundários e contornos gananciosos. Um acordar de sonhos sem razão e dos sentidos pérfidos da imaginação.

Jesus veio para nos emancipar das cadeias e teias emocionais, o maior cientista da mente, do coração e da biologia de todos os tempos. Sua história e humildade conquistou bilhões e continua cativando seguidores.

A centralidade "Natalícia" traz na sua inerência sentido profundo da existência e um resgate do homem na sua natureza holística. Viva hoje a verdadeira essência "Natalícia" e permita o ressurgir de novos sonhos, metas, propósitos e razão de existência. Permita que "Natal" desmonte feridas na alma, refazendo toda a estrutura psíquica, propiciando a construção de uma nova visão perante a vida. Feliz Natal e que o "Emanuel" esteja no seu coração e em toda a sua família.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar