• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Regionalização. Conversa para ninar bois ou para dormir mesmo

Com a proposta de regionalização apresentada pelo MpD, de 4 em 4 anos o país passará a eleger 587 políticos só nas autarquias locais. Com mais 72 deputados nacionais eleitos de 5 em 5 anos, Cabo Verde teria 669 políticos eleitos para administrar a vida de menos de meio milhão de almas.

Sondagem. O desemprego é o maior problema de Cabo Verde

Uma sondagem realizada em Agosto pela Pitagórica, sob encomenda da Presidência da República, mostra que 80 por cento dos cabo-verdianos consideram o desemprego como o maior problema do país. Já 31 por cento entendem que é a segurança e 17 por cento defendem que é a violência.

Politicos escondem bens. TC vai notificar 18 deputados que não declararam riqueza

Presidente e vice do Parlamento entre os incumpridores da lei que obriga políticos e equiparados a declararem seu património. O MpD tem 13 eleitos em falta, o PAICV tem dois e a UCID todos os três. A nível dos municípios só Óscar Santos, Aníbal Fonseca e Herménio Fernandes o fizeram e quase nenhum gestor público declarou os seus bens.

SEGURANÇA: o dilema atual dos cabo-verdianos

No passado recente, a atual maioria do MPD, enquanto oposição democrática parlamentar, explorou até à exaustão o problema da segurança dos cabo-verdianos e seus bens, acusando o Governo de então de insensibilidade face à situação prevalecente. 

Movimento Sokols bloqueia comitiva do Primeiro-ministro. "São Vicente quer autonomia já"

Movimento Sokols invade estrada e faz parar as viaturas nas quais estavam Ulisses Correia e Silva e o ministro das Finanças. O movimento quer autonomia já para São Vicente e o cumprimento das promessas de descentralização e regionalização feitas durante a campanha eleitoral.

Santiago quer segurança

Lembro-me como ontem do outdoor do MPD afixado em Quebra Canela, em plena campanha eleitoral para as legislativas de março de 2016, com o slogan: “SANTIAGO QUER SEGURANÇA”.  

A abusiva taxa de saneamento em zonas sem esgotos

A água está cada vez mais cara. Como se não bastasse a recente subida da tarifa da água em cerca de 40%, decidiu-se fazer recair sobre a fatura da água, a taxa de saneamento de 20%. Em vez de se compensar o IVA na água com uma tarifa mais social, o que acontece é mais carga fiscal.