• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Língua materna. José Luiz Tavares insurge-se contra ressurgimento do “velho luso-tropicalismo”

O poeta cabo-verdiano José Luiz Tavares insurgiu-se hoje contra o ressurgimento do “velho tropicalismo” à volta do crioulo cabo-verdiano, apesar de existir “uma vontade soberana popular e nacional forte” em prol da dignificação da língua cabo-verdiana.

Um amor assim não decepciona, aguarda a sua vez – a crónica do Cabo Verde vs. África do Sul

Intenso, apaixonado, electrizante. Cabo Verde caiu ante a África do Sul só nos penalties, após dominar três quartos de um jogo emotivo, rítmico, cutâneo, para encontrar o semi-finalista da CAN marfinense. Que pena!, mas há um país minúsculo, o meu Cabo Verde, que acreditou, vibrou quanto pôde e apoiou como nunca esta geração de tubarões com futuro. E isto, por si só, vale também um troféu.

Kasubody: o modus operandi dos thugs na Cidade da Praia

A Cidade da Praia não é uma cidade qualquer. Ela é a cidade capital do nosso querido arquipélago crioulo. Deixo uma pergunta ‘’Food for thought’’ aqui para refletirmos: E se futuramente a Cidade da Praia perder a sua capitalidade politica nacional devido ao excesso e a impunidade do crime?

CAN2023. Cabo Verde passa invicto fase de grupos. Egipto, com três empates, também passa

A seleção cabo-verdiana de futebol, já apurada às oitavas-de-final, fechou hoje a fase de grupo do 26º Campeonato Africano das Nações, CAN’2023, com um empate a duas bolas diante do Egipto, passando a fase de grupos sem derrota.

Um Incomplacente desmantelamento dos Mitos

"Daí que,em todas as suas modulações, seja incandescente o percurso de José Luiz Tavares, sem receio da polémica e do sarcasmo quando é preciso, mas também generoso e de uma grande justeza ética. E lembremos aqui a advertência de Wallace Stevens: «a nobreza da poesia“ é uma violência interior que nos protege da violência exterior”». E mais não se peça a José Luiz Tavares, porque é daqueles que transporta o fogo e isso, a prazo, é o que dá conforto e fertilidade à morada dos homens. O resto é o gosto fátuo das farófias".

O Prémio BAICV e as Manigâncias de um Júri Portador de um Estreito Conceito de Literatura mas Tomado de Incontinente e Façanhuda Sanha Administrativa

O mais esdrúxulo nesse «quarto e irregular critério apócrifo», introduzido pelo todo-poderoso júri, é a sua profunda mediocridade, quando não mesmo a retumbante e hilária necedade. O critério de correção linguística e estruturação do discurso é para redação de meninos e meninas da quarta classe, quando havia, ou tara de professorecas que da literatura têm a vaga ideia de que é uma coisa parecida com isto, mas não sabem ao certo de que substância, para parodiarmos um célebre título de Manuel António Pina. Não é esse formalismo, há muito varrido para o caixote de...

Líder do parlamento da Guiné-Bissau diz que a sua segurança está ameaçada

O presidente do parlamento guineense, Domingos Simões Pereira, afirmou hoje que a sua segurança pessoal ficou ameaçada com a “ordem do Presidente da República” de mandar retirar os agentes da polícia da sua residência.