• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Governo mais incompetente da história

Ulisses Correia e Silva vai passar para a história como o prior e mais incompetente Primeiro Ministro de Cabo Verde de todos os tempos da II República e ainda de sobra, deixará o seu partido completamente desmoralizado, desorganizado e despreparado até para fazer uma oposição democrática desejável.

Viva os professores!

Considerando que estamos num estado democrático de direito e que as manifestações são livres, só se espera das autoridades que não tentem intimidar os manifestantes com aparato policial desproporcional e intimidatório e nem com processos disciplinares contra os participantes!

Governo lança primeiros manuais do secundário criados de raiz

O Governo lançou hoje os primeiros manuais escolares do ensino secundário, criados de raiz para o arquipélago, com a ambição de alinhar o sistema educativo com os mais avançados, anunciou o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

Ministro da Educação promete que o país terá em três anos manuais próprios do ensino básico e secundário

Cabo Verde vai passar a ter, dentro de três anos, os seus próprios manuais do 1.º ao 12.º anos de escolaridade, anunciou hoje o ministro da Educação, esperando, com isso, fazer comparações com sistemas educativos mais avançados.

PAICV acusa Governo de ser cúmplice ao encobrir “gestão danosa” na Ficase e de “normalizar a corrupção” no País

A deputada do Partido Africano de Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição), Carla Carvalho, acusou hoje o Governo de ser cúmplice ao “encobrir a gestão danosa” dos gestores da Ficase e de “normalizar a corrupção” em Cabo Verde.

Auditoria à FICASE revela compras ilegais de materiais escolares e milhares de contos que não entraram no Tesouro

O relatório de auditoria acerca do funcionamento da FICASE entre 2017 e 2020 denuncia irregularidades e ilegalidades na aquisição de dezenas de bens e serviços sem concurso público, por isso pede intervenção do Tribunal de Contas e da ARAP. O documento, de 683 páginas, e só recentemente homologado, fala ainda de “omissões e incongruências” nas demonstrações financeiras e utilização indevida de mais de 7 mil e 700 contos que não entraram na conta do Tesouro.

Novo ano lectivo arranca com cerca de 130 mil alunos e 6.500 professores – ministro

O novo ano lectivo arranca segunda-feira, 18, sob o lema “Resiliência e confiança para uma educação de qualidade” com cerca de 130 mil alunos nos diferentes níveis de ensino e 6.500 professores, anunciou hoje o ministro da Educação.