• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Receitas do Estado aumentaram 31,4% até maio para 19.668 milhões de escudos

As receitas do Estado aumentaram 31,4% até maio, face ao mesmo período de 2021, então condicionado pela crise provocada pela pandemia, para quase 19.668 milhões de escudos (179 milhões de euros), segundo dados oficiais.

Covid-19: Mais AVC, enfartes, amputações e distúrbios mentais em Cabo Verde - Ordem dos Médicos

Cabo Verde regista um aumento de Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC), enfartes, amputações em diabéticos e distúrbios emocionais devido ao afastamento dos serviços de saúde durante a pandemia de covid-19, disse à Lusa o bastonário da Ordem dos Médicos Cabo-Verdianos.

Inquérito do parlamento à privatização da TACV vai prolongar-se por mais 90 dias

A Assembleia Nacional aprovou a prorrogação por 90 dias dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o processo de privatização da Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), conforme resolução que entrou hoje em vigor.

ASA reduziu prejuízos para metade em 2021

A empresa pública Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) registou prejuízos de 928,9 milhões de escudos (8,5 milhões de euros) em 2021, quase metade face ao ano anterior, devido às consequências da pandemia de covid-19 no movimento aéreo.

São Salvador do Mundo. Líder da bancada municipal do PAICV envolvido em falsificação de cheques

Nasolino Carvalho foi detido sob acusação de falsificação de cheques e burla qualificada. O juiz aplicou-lhe, como medida de coação, a proibição de sair do País e apresentação periódica às autoridades.

Governo diz que dívida à CV Interilhas será paga após certificação

A dívida de Cabo Verde à CV Interilhas, pela concessão do serviço público de transporte marítimo, é inferior aos 9,5 milhões de euros reclamados pelo grupo ETE e será paga após certificação, disse hoje o vice-primeiro-ministro.

Cabo Verde “não pagará um escudo a mais” na concessão dos transportes marítimos - Abraão Vicente

O ministro do Mar garantiu esta sexta-feira, 29, que o Estado “não pagará um escudo a mais” do que deve na concessão dos transportes marítimos e que aguarda um relatório sobre as dívidas reclamadas pela CV Interilhas.