• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Sal acolhe debate sobre desafios e oportunidades na Aviação Civil

“Desafios e Oportunidades a Curto, Médio e Longo Prazo da aviação Civil em Cabo Verde” é tema de um debate que decorre na ilha do Sal desde a manhã de hoje. O encontro, promovido pelo Governo, reúne stackholders do sector de várias partes do mundo.

Binter não entraria em Cabo Verde com TACV a concorrer com eles

O ex-gestor da TACV, João Pereira Silva, disse hoje que dirigentes da Binter lhe haviam garantido que não entrariam em Cabo Verde numa situação em que houvesse uma empresa cabo-verdiana do Estado “em concorrência com eles”.

Hub aéreo arranca na ilha do Sal com voos para Lisboa e Fortaleza

A companhia cabo-verdiana TACV iniciou hoje a sua actividade na base operacional da ilha do Sal, com voos oriundos do Recife e com destino a Lisboa e com um voo de Lisboa com destino a Fortaleza.

Gualberto do Rosário. "Não se constrói um 'hub' aéreo sem uma companhia de bandeira"

Antigo ministro da Economia, revelou ontem à CPI que investiga a gestão na TACV que o Governo da década de 90 tinha tudo preparado para a privatização da TACV em 2000, e que ao mudar de opção Cabo Verde perdeu uma grande oportunidade de negócio.

CPI-TACV. Sara Lopes, Cristina Duarte e João Pereira Silva vão ser ouvidos no Parlamento

17 personalidades, entre ex-governantes e antigos administradores da empresa, vão ser ouvidas, de hoje até o dia 2 Fevereiro, pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a gestão da TACV. Destaque para as sessões com João Pereira Silva, ex-PCA, e as audições das ministras no anterior Governo, Sara Lopes e Cristina Duarte.

Cabo Verde a saque!

Povo de Cabo Verde. De Santo Antão a ilha Brava. Residente nas ilhas e na Diáspora. Em especial, filhos e amigos, de Santiago e Cabo Verde. O nosso país está a saque:

Maurício Santos. “Assistiu-se na TACV à maior destruição de valores feita numa empresa pública cabo-verdiana”.

Antigo secretário de Estado dos Transportes na década de 90, entende que a companhia cabo-verdiana chegou à actual situação porque a sua gestão foi entregue às pessoas que não entendiam dos negócios dos transportes aéreos. E Arnaldo Silva pede ao Governo para divulgar o contrato com a Icelandair.