• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Câmara Municipal da Praia alvo de buscas judiciais

Agentes da Polícia Judiciária, Polícia Nacional e oficiais de justiça estão desde a manhã desta quinta-feira, 9, a efectuar buscas na Câmara Municipal da Praia, por ordem do Ministério Público. A operação, comandada pelo procurador Nilton Moniz, procura, ao que pudemos apurar até agora, factos relacionados com a gestão de Óscar Santos, entre 2016 e 2020, e também provas sobre as denúncias feitas pelo inspector Renato Fernandes, que, neste caso, afectam a gestão de Francisco Carvalho.

Investigação à CMP.  Buscas também na Construções Barreto – MP pediu apreensão de tudo: documentos, dinheiro, pen-drives...

Como Santiago Magazine avançou em primeira mão, as buscas feitas hoje à Câmara Municipal da Praia referem-se às contas de Óscar Santos, entre 2016 e 2019, sobretudo na asfaltagem de vias e bermas da cidade no âmbito do Fundo do Turismo, e há uma outra investigação em simultâneo que  tem a ver com as denúncias de gestão danosa na CMP feitas pelo inspector Renato Fernandes, em que são suspeitos a secretária municipal Joselina Soares de Carvalho, o presidente Francisco Carvalho, os vereadores Kyrha Hopffer Varela e Jorge Garcia e os técnicos Maria Varela e Gilson Correia. A...

AGONIA Do Candidato ou Candidato Na AGONIA!

O AV não conhece a Praia, cidade que, apesar de ele ter feito parte da lista e votado nas eleições passadas, abandonou por não achar digno de aqui morar/viver. Foi esta Praia que ele DEU AS COSTAS por achar SUJA, INDECENTE, INCAPAZ que o Francisco Carvalho está a limpar de toda a espécie de sujeira Plantada por Ulisses Correia e Regada por Óscar Santos, estando agora muito mais arejada, cheia de vida e de novas esperanças, dizia eu, que AV hoje apetece? Como apetecem agora as Casa para Todos abandonadas desde 2016? Ou como apeteceram ESTORQUIR os rabidantes do SUCUPIRA com...

Governo concorre a uma Câmara Municipal pela primeira vez em Cabo Verde

Independentemente de quem esteja a suportar as despesas de campanha do ministro/candidato, há uma verdade que não pode ser escamoteada, e esta verdade é que há aqui uma mistura indecente do interesse privado, partidário, com o interesse público, há aqui uma sombra obscura pairando sobre a gestão do dinheiro público, que, como determina a lei, deve seguir regras de execução orçamental claras, concisas e precisas, para não deixar nenhuma mancha de corrupção ou favorecimento ilícito.

Porto Novo. Vereadora Maísa Pinto envolta em esquemas de corrupção na Câmara – as provas

Santiago Magazine denunciou e a Câmara Municipal do Porto Novo, primeiro, e a vereadora Maísa Pinto, a seguir, vieram a público desmentir a notícia, ameaçando levar a tribunal “os implicados” na divulgação da matéria. Só que, para além de alegadamente receber na sua conta bancária particular propinas pagas pelos pais e encarregados de educação das crianças do jardim infantil administrado pela Câmara Municipal, Maísa Pinto, terá comprado terreno com dinheiro da autarquia, facturado a Câmara por trabalhos inexistentes e recebido ajudas de custos para falsas deslocações ,...

"Do Discurso à Realidade: A Incoerência do PM frente à Liberdade e Democracia"

A verdadeira medida da democracia não reside apenas em indicadores quantitativos, mas também na qualidade das instituições democráticas e na eficácia da participação cidadã na tomada de decisões políticas. Ao concluir, é evidente que o discurso do Primeiro-ministro de Cabo Verde sobre liberdade e democracia carece de consistência e credibilidade. Suas ações internas contradizem suas palavras, minando assim a legitimidade de seu governo e comprometendo os valores democráticos que ele pretende defender. Para que Cabo Verde possa avançar verdadeiramente em direção à liberdade...

Porto Novo. Vereadora Maísa Pinto acusada de corrupção na gestão do Jardim Infantil O Ninho

A vereadora da Câmara Municipal Municipal do Porto Novo, Maísa Pinto, está sendo acusada de corrupção, por alegamente estar a usufruir das receitas do Jardim de Infância, O Ninho, em proveito próprio, acusações essas que a mesma considera "totalmente falsas e infundadas", negando qualquer envolvimento na gestão dessa estrutura de educação da pequena infância.