• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Guiné-Bissau. Partidos que apoiam Governo de Nabian acusam STJ de "fantasia e caprichos"

Um porta-voz dos partidos que apoiam o Governo da Guiné-Bissau investido pelo autoproclamado Presidente Umaro Sissoco Emnbaló afirmou esta quinta-feira, 5, que os guineenses não podiam ficar à espera dos caprichos e fantasias do Supremo Tribunal à volta dos resultados das presidenciais.

Guiné-Bissau. PAICV aponta "assalto ao poder" e MpD fala em "ingerência"

O PAICV questionou hoje o Governo e restantes “autoridades” do país sobre “o que falta” para “condenarem e repudiarem” o “assalto ao poder” na Guiné-Bissau, mas o MpD considerou ser uma “ingerência” do PAICV nos assuntos internos da Guiné.

Crise em Bissau. Nuno nabian toma pose como primeiro-ministro

O ex-primeiro-vice-presidente do parlamento guineense, Nuno Gomes Nabian, tomou posse este sábado como primeiro-ministro da Guiné-Bissau, numa cerimónia que decorreu no Palácio da Presidência, em Bissau, na presença das chefias militares do país.

Crise em Bissau. Nuno Nabian toma "posse" como primeiro-ministro

O ex-primeiro-vice-presidente do parlamento guineense, Nuno Gomes Nabian, tomou posse este sábado como primeiro-ministro da Guiné-Bissau, numa cerimónia que decorreu no Palácio da Presidência, em Bissau, na presença das chefias militares do país.

Crise na Guiné. País está com dois presidentes e dois primeiros-ministros

A Guiné-Bissau vive nestes dias mais uma situação inédita na sua democracia com a existência de dois presidentes e dois primeiros-ministros, numa história que se arrasta desde o anúncio dos resultados das presidenciais de 29 de dezembro.

Última hora. Militares invadem Parlamento e câmara municipal de Bissau

Umaro Sissoco Embaló inicia nova fase para consolidar assalto ao poder e garante que Nuno Nabian vai tomar posse como primeiro-ministro este domingo.

Embaló e Simões Pereira preparam-se para a segunda volta na Guiné-Bissau

Os candidatos presdenciais Umaro Sissoco Embaló, apoiado pelo MADEM-G15, e Domingos Simões Pereira, do PAIGC, apontam para uma segunda volta da eleição presidencial na Guiné-Bissau, a acontecer a 29 de Dezembro.