• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Linguista congratula-se com “abertura e sensibilidade” do novo Presidente da República para oficialização do crioulo

A linguista Ana Karina Moreira congratulou-se  hoje,  na Cidade da Praia,   com a  “abertura e sensibilidade” do novo Presidente da República, José Maria Neves, “no combate” para a oficialização do crioulo.

Linguista discorda da ideia de que as variantes do crioulo dificultam a padronização da Língua Cabo-verdiana

A linguista e professora universitária, Karina Moreira, disse esta quinta-feira, 10, que quando se fala da padronização da ‘língua crioula’ há muitas questões levantadas que se pode dizer que são falsas, como por exemplo, a questão das variantes.

Karina Moreira: Oficializar o Crioulo é valorizar toda a nossa história e identidade

Há mais de seis anos, ela dedica-se à investigação da língua materna, trabalhando com recolha de dados orais em imersão linguística. Nas visitas às localidades ela conversa, escuta e grava os falantes, num registo real e atual da língua crioula. Karina Moreira, natural da ilha de Santiago, é jornalista, linguista e uma das grandes defensoras da definição de politicas linguísticas nacionais e do ensino da língua materna nas escolas do país. Trabalhando hoje como professora universitária da Língua Cabo-verdiana, Karina defende, o quanto antes, a Oficialização do Crioulo, esta...

Na pasaji di dia Internasional di língua maternu

Igualdadi di kriolu ku purtugês, sta salvaguardadu desdi prumeru Konstituison di Repúblika di Kau Berdi ( nº 2 di artigu 216º). Simé kel dizeju li, ki tomadu desdi indipendénsia, inda ka bira si. Di fora alguns kolókiu ku proposta di skrita ki ba ta parsi, sikré ku izisténsia di literatura na kriolu, di txéu trabadju sentífiku pa diskrison ku análizi di kes diferenti variedadi di língua kau-verdianu, ofisializason, padronizason ku nxinu di kriolu inda ka realidadi.

Na pasaji di dia Internasional di Língua Maternu

Igualdadi di kriolu ku purtugês, sta salvaguardadu desdi prumeru Konstituison di Repúblika di Kau Berdi. ( nº 2 di artigu 216º). Simé kel dizeju li, ki tomadu desdi indipendénsia, inda ka bira si. Di fora alguns kolókiu ku proposta di skrita ki ba ta parsi, sikré ku izisténsia di literatura na kriolu, di txéu trabadju sentífiku pa diskrison ku análizi di kes diferenti variedadi di língua kau-verdianu, ofisializason, padronizson ku nxinu di kriolu inda ka realidadi.