• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Vale tudo nas Forças Armadas cabo-verdianas

Algo vai mal no «reino» das Forças Armadas de Cabo Verde quando os seus responsáveis máximos se imiscuem na vida política partidária, principalmente neste período de pré-campanha eleitoral.

Julgamento de Amadeu - parte II. Arguido prescinde de testemunhas "para não escangalhar o sistema"

A segunda parte do julgamento de Amadeu Oliveira, esta sexta-feira, 5, seguiu o mesmo trilho: o arguido a manter as acusações contra os juizes Benfeito Mosso Ramos e Fátima Coronel e, desta vez, a pegar nos estatutos do advogado para dizer que é obrigado a denunciar sempre violações dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, o que, a seu ver, sucedeu com processos decididos pelo Supremo Tribunal de Justiça. Detalhe: respondia às perguntas dos advogados de acusação, num ping-pong que Oliveira soube aproveitar para mostrar que, mais do que as suas desavenças com os juizes do...

Verdades eleitorais: tambarinas com as mãos na taça!

O MpD não foi um Governo de anjos e arcanjos: as suas ações e omissões demonstraram truculência, prepotência e abusos diversos em vários setores – veja o leitor, os processos obscuros de privatizações, concessões e concursos públicos havidos; veja, a forma como o Presidente da Assembleia Nacional tratou os representantes do povo, especialmente, os eleitos pela Oposição democrática; veja os escândalos com a nomeação de um Cônsul de Cabo Verde nos EUA que é ligado e patrocinador do partido CHEGA considerado racista e xenófobo em Portugal; veja a lista de nomeações de...

Julgamento de Amadeu. "Como pessoa só tenho de agradecer ao Benfeito Mosso Ramos, como magistrado ele é fraudulento"

Amadeu Oliveira demorou mais de três horas a falar hoje, 5, de manhã durante o seu julgamento, para explicar tim-tim por tim-tim as razões e os factos que o levam a acusar os juizes do Supremo Tribunal de Justiça, sobretudo Benfeito Mosso Ramos e Fátima Coronel, de "falsificar provas, denegar justiça e inserir fraudes processuais" mantendo "inocentes na cadeia".

Alex Saab. "Fui sequestrado durante o exercício das minhas funções oficiais"

Em entrevista à Agência de Notícias de Espanha, EFE, Alex Saab afirma que foi sequestrado por Cabo Verde e que o chefe do governo cabo-verdiano falhou na sua proteção. "Fui sequestrado durante o desempenho das minhas funções oficiais, levando a cabo uma Missão Especial humanitária. Cabo Verde faria crer que de alguma forma seguiu o Estado de Direito, mas isto é uma mentira", acusa.

PAICV considera “vergonhosa” a nomeação de Miguel Monteiro em vésperas das eleições legislativas

O PAICV considerou hoje vergonhosa a nomeação do deputado Miguel Monteiro ao cargo de presidente da Bolsa de Valores, em vésperas de eleições, para o compensar da saída do cargo do Secretário-geral e das listas para deputado nacional.

Carlos Veiga apresenta hoje candidatura a Presidente da República

O antigo primeiro-ministro cabo-verdiano Carlos Veiga, o primeiro chefe de Governo escolhido nas eleições livres e multipartidárias de 1991, apresenta hoje, na Praia, a sua candidatura ao cargo de Presidente da República nas eleições de 17 de outubro.